Diário de um Killer Sentimental

by Luis Sepúlveda | Literature & Fiction |
ISBN: 8483100630 Global Overview for this book
Registered by Baiia of Lisboa - City, Lisboa (cidade) Portugal on 2/26/2009
Buy from one of these Booksellers:
Amazon.com | Amazon UK | Amazon CA | Amazon DE | Amazon FR | Amazon IT | Bol.com
3 journalers for this copy...
Journal Entry 1 by Baiia from Lisboa - City, Lisboa (cidade) Portugal on Thursday, February 26, 2009
Sinopse
Escritor multifacetado, que domina com igual mestria o romance de recorte clássico, o relato de viagens ou o conto infantil, Sepúlveda encontra no chamado género "negro" o veículo ideal para, simultaneamente, dar guarida à sua inesgotável veia de contador de histórias e à sua preocupação pelos condicionalismos sociais.
Aqui ficam pois três "pérolas negras": para deleite dos milhares de leitores que já fizeram de Luis Sepúlveda o mais "português" dos escritores latino-americanos.


Oferecido pela VaniaGomes por ocasião da Experiência RABCK de Aniversário. Obrigada :)

Journal Entry 2 by Baiia at Lisboa - City, Lisboa (cidade) Portugal on Wednesday, September 07, 2011
Muito bom! Mesmo ao estilo do que Sepúlveda me habituou.
Obrigada VaniaGomes!

Journal Entry 3 by Baiia at Lisboa - City, Lisboa (cidade) Portugal on Thursday, December 04, 2014

Released 4 yrs ago (12/5/2014 UTC) at Lisboa - City, Lisboa (cidade) Portugal

CONTROLLED RELEASE NOTES:

Vai a caminho de uma estante devido à Troca de Natal 2014. Espero que agrade pois foi escolhido com carinho.
Boas festas! E obrigada Pai Natal pela organização.

Journal Entry 4 by PaiNatal at Lisboa - City, Lisboa (cidade) Portugal on Friday, December 05, 2014
HO HO HO!

Este é o primeiro livro a iniciar a sua viagem no trenó do PaiNatal em 2014! A que chaminé irá ele parar?!

Festas Felizes!

Journal Entry 5 by wingcontowing at Lisboa (city), Lisboa (distrito) Portugal on Wednesday, December 10, 2014


Estou tãããoooo contente! Obrigada Baiia.
Acho que já comentei no fórum, pelo menos uma vez, que Sepúlveda é daqueles autores que eu gosto porque sim e que é para mim tão óbvio gostar, que não sei explicar porque é que gosto. Assim, acertaste "na mouche" e para mais fizeste-o acompanhar de um postal lindo, lindo (outra das minhas perdições).
Muito obrigada!! :)

Journal Entry 6 by wingcontowing at Lisboa (city), Lisboa (distrito) Portugal on Friday, May 08, 2015

Como sempre, Sepúlveda não desilude, mesmo neste registo de policial editado em folhetim. O homem escreve bem e o género negro aparenta sair-lhe naturalmente. Foi o livro perfeito para a ocasião em que o li: como acompanhante numa maratona hospitalar de várias horas.

Do que mais gostei? Do ritmo (essencial ao género), das inúmeras referências atrás das quais facilmente descobrimos o autor e da certeza de que os finais felizes podem até existir, mas não estão garantidos.

Tive grande dificuldade em conter o riso com uma anedota da última novela:
«Há dois anos, uma frente de mau tempo interrompeu as manobras que um regimento de infantaria estava a realizar na fronteira com a Argentina. Os tropas tinham suportado trinta dias e trinta noites a chver sem parar, quando um tenente se aproximou do grupo de arrieiros para lhes perguntar como é que eles aliviavam os tormentos de entre pernas. Responderam-lhe que da maneira mais conhecida, e que se se sentia muito apertado podiam levar-lhe uma burra para junto do rio. O tenente negou-se, e com um gesto de repugnância acusou-os de pervertidos. Passou outro mês. À chuva juntou-se a neve, e o tenente tornou a encontrar-se com os arrieiros. Com toda a vergonha do facto, pediu que levassem a burra para o pé do rio. Os arrieiros, sem entenderem a causa de semlhante pudor, disseram-lhe que muito bem, que no dia seguinte a burra o esperaria junto ao rio, que crescia cada vez mais.Ali esteve também muito pontual o tenente e, depois de ordenar aos arrieiros que virassem as costas, baixou as calças e começou a fornicar com o animal. Então um dos arrieiros virou a cabela e disse-lhe: "Meu tenente, a burra é para atravessar o rio. As putas estão do outro lado".»

Obrigada Baiia. :)

Are you sure you want to delete this item? It cannot be undone.