No Tempo das Fogueiras

by Jeanne Kalogridis | Other | This book has not been rated.
ISBN: Global Overview for this book
Registered by LauMaia on 2/18/2011
Buy from one of these Booksellers:
Amazon.com | Amazon UK | Amazon CA | Amazon DE | Amazon FR | Amazon IT | Bol.com
1 journaler for this copy...
Journal Entry 1 by LauMaia on Friday, February 18, 2011
Sinopse
Transportando o leitor para a França do sé. XIV, terra fértil em hereges - cátaros, gnósticos e templários -, Jeanne Kalogridis conta-nos a história de Sybille, uma rapariga com estranhos e inexplicáveis poderes.
Como se não bastasse a Guerra dos Cem Anos e a terrível Peste Negras, a Inquisição acende dezenas de milhares de fogueiras para queimar hereges. E quando a avó de Sybille é torturada e queimada, só lhe resta fugir para um convento. Os seus dons de cura e premonição permitem-lhe subir na hierarquia da Igreja e na admiração do povo que a adora como uma santa. Mas, aos olhos do Papa, Sybille é uma ameaça e uma bruxa que tem de ser atirada ao fogo.
Quando é presa, cabe ao jovem inquisidor Michel interrogá-la. Este agradece a Deus a sua sorte, pois sempre acreditou na santidade de Sybille e assim poderá salvá-la. Mas quando ela lhe conta a sua história, toda a fé do jovem ameaça ruir. Para piorar, de dia sofre pressões para a queimar, e de noite arde de desejo por ela.
No Tempo das Fogueiras é um livro vitorioso, onde Kalogridis conseguiu criar uma heroína de proporções épicas e um leque de personagens maravilhosas.
No Tempo das Fogueiras de Jeanne Kalogridis

Críticas de imprensa
"Numa história épica de paixão, mistério e perigo, uma mulher enfrenta as chamas... e o derradeiro triunfo."
The New York Times
"Uma história de amores cruzados, fé e heresia, misticismo e bruxaria, sobre um cenário histórico fascinante: a Peste Negra e a Guerra dos Cem Anos."
Library Journal
"Um dos mais fascinantes livros sobre um dos mais intrigantes períodos da história."
Kirkus Reviews
"Um livro que nos inspira com o contraste da heroína, para quem tudo era sagrado, e da Igreja, para quem tudo era suspeito e atirado ao fogo."
Publishers Weekly

Are you sure you want to delete this item? It cannot be undone.