Os Cus de Judas

by António Lobo Antunes | Literature & Fiction |
ISBN: Global Overview for this book
Registered by leitora of Porto - Paranhos, Porto Portugal on 6/26/2003
Buy from one of these Booksellers:
Amazon.com | Amazon UK | Amazon CA | Amazon DE | Amazon FR | Amazon IT | Bol.com
This book is in a Controlled Release! This book is in a Controlled Release!
12 journalers for this copy...
Journal Entry 1 by leitora from Porto - Paranhos, Porto Portugal on Thursday, June 26, 2003
O segundo livro, que era para se ter chamado "memória de elefante", mas o título teve de ser emprestado ao primeiro livro editado... seria um livro diferente se tivesse mantido o título que lhe estava destinado?

Journal Entry 2 by leitora from Porto - Paranhos, Porto Portugal on Friday, August 29, 2003
Gosto especialmente deste livro. Foi um dos primeiros que li, tem uma estrutura muito simples e retrata as intensas horas de uma conversa (de engate), em que se partilha a vida toda, com as suas emoções, medos, ausências.


A pedido de várias famílias, serve este volume para dar seguimento a anteriores bookrings do Autor. Peço, então, aos participantes que usem a lista de participantes das CRÓNICAS como referência, e vão passando o livro até não haver mais interessados... nessa altura voltará a casa.

Boas Leituras!!

Journal Entry 3 by leitora at entregue em mão in -- Controlled Release --, Porto Portugal on Friday, August 29, 2003
Release planned for Saturday, September 12, 2003 at entregue em mão in Porto, Porto Portugal.

Tendo sido a Mady a promotora desta ideia - depois do choque relativo da Exortação, uma segunda oportunidade para o Lobo Antunes... Aqui vai o livro!

Hesitei na escolha, claro! Tanta responsabilidade... Espero que este ALA conquiste mais leitores ;)

Journal Entry 4 by mady from Reading, Berkshire United Kingdom on Monday, September 22, 2003
Uma surpresa! E assim se inicia o bookring "uma segunda oportunidade para o António Lobo Antunes". Vou tentar ler muito em breve e logo digo mais :) Muito obrigada pela ajuda, leitora! Quero muito gostar do ALA, especialmente depois do Livro de Crónicas, mas ALAs...
E para não me esquecer da lista dos possíveis interessados, aqui está ela:

Quem já leu:
01. Mady - Lisboa
02. Goide
03. mfa
04. Maria-Nunes - Lisboa
05. fflloorr - Lisboa (pelo menos tentou...)
06. Manuel - Lisboa
07. at-beirario - Lisboa
08. ivosousa - Lisboa

Quem está a ler:
Miosotis - Almada

Quem o há-de ler:
MariaTeresa - Amadora
Viviane21 - Setubal
Sinig - Lisboa
PatriciaAlmeida - Aveiro
NunoCoelho - Porto
AthenianOwl - Maia
joanamnb - Porto
Pedroferreira - Porto
Alfavi - Porto
jazzlover - Porto
Gigio - Maia
Esofista - Braga
Roldone - Aveiro
JPedroCastro - Funchal
Venezuela - Lisboa
Woody-lx - Lisboa
JCleto - Lisboa
Mundo-pequeno - Reino Unido
CMesquita96 - Porto
Alquimista - Lisboa
tcp - Lisboa
Beladormecidaa
pedroportugal - Porto

Journal Entry 5 by Goide from Lisbon, not specified not specified on Wednesday, October 29, 2003
Eu ainda não sofri o famoso =) "choque da Exortação", mas acho que este chocou o suficiente. Estava com grandes espectativas.
É preciso dizer que o tema da guerra colonial não me diz absolutamente nada.
Embora tenha lido as crónicas, a maneira crua e nada "romanceada" como ele descreve as experiências, sensações e emoções foi demasiado inesperada para eu poder gostar.
Estive para desistir do livro antes de chegar a meio, mas depois melhorou um bocado (a minha disposição para o ler, não a apreciação do livro). Que ele é um génio de escrita já eu sabia porque adoro as crónicas dele. Fico à espera de um segundo para dar outra opinião (espero). Também não gostei do primeiro livro do Saramago que li... que foi o Memorial do Convento por acaso, e adorei os outros 5 ou 6 que li dele (especialmente o Todos os Nomes).

Journal Entry 6 by mady from Reading, Berkshire United Kingdom on Friday, November 28, 2003
Foi uma boa tentativa, mas também não me convenceu ;( Mais fácil do que "A Exortação aos Crocodilos" e desta vez consegui perceber o título!! Mas continuo a ter a sensação de que os livros do ALA são como aquelas imagens holográficas (?) que aparentemente mostram apenas um padrão, mas se olharmos durante algum tempo para elas surge-nos de forma quase mágica figuras a três dimensões. No entanto, por mais que me esforce apenas consigo ver as palavras e a forma como ele brinca com elas, mas não aquilo que está por trás, ou seja, a história do livro...
De qualquer maneira, muito obrigada pelo livro leitora! Vou em breve passá-lo a outra leitora...
(enquanto esteve comigo o livro foi lido por uma 3ª pessoa, mas que não está registada no BC... por enquanto ;)).

Journal Entry 7 by mfa from Lisboa - City, Lisboa (cidade) Portugal on Wednesday, December 03, 2003
uma surpresa à minha espera hoje no agito - vai esperar, mas será lido (antes do natal?)...

Journal Entry 8 by mfa from Lisboa - City, Lisboa (cidade) Portugal on Tuesday, January 06, 2004
depois de ler este livro, percebo a aversão do lobo antunes ao conceito de género... é que este romance de romance tem muito pouco; pode ser um relato de um engate decadente, e passe a beleza verbal que o atravessa, esta amargura para mim está gasta. revejo-me por vezes, como toda a gente se revê no que lê, mas queria estar muito longe do egocentrismo antuniano, das citações intelectuais, e do vazio proclamado até à exaustão.
equanto crónica contra a guerra, é um exercício magnífico. só é pena a guerra colonial dizer-me tão pouco, por ter felizmente nascido para lá dela e toda a gente na minha família ter desertado. não quero com isto dominuir o stress-pós-traumático poético, que em minha opinião é uma das grandes forças deste livro... só distanciar-me pessoalmente, num acto de mimo e embirração puros.
finalmente, só me apetece classificar tudo isto como prosa poética, forma prolixa de dizer POESIA. e aí sim, é lindíssimo. ao princípio pareceu-me um livro áspero, com frases muito longas e uma dependência extrema no estranhamento dos adjectivos; mas depois as imagens tornam-se fluidas e poderosas, e tenho de me render à escrita deste senhor. mas se algum dia ele me convidar para ir para os copos com ele, digo não.

Journal Entry 9 by Maria-Nunes from Lisboa - City, Lisboa (cidade) Portugal on Thursday, January 08, 2004
este livro foi-me passado pela mfa ontem, no mini(?)-encontro no Atrium Saldanha, em Lisboa:-)
afinal é para ser lido por quem se inscreveu no ring das Crónicas? ok. Apesar de não gostar do ALA, vou tentar ler este livro até ao fim. Inscrevi-me nas Crónicas por serem ... crónicas! porque quanto aos romances deste autor, não !!
mas quando acabar de ler este livrinho, direi mais qq coisa!
de qq modo, obrigada pela oportunidade!
Maria.

Journal Entry 10 by Maria-Nunes from Lisboa - City, Lisboa (cidade) Portugal on Friday, February 06, 2004
ok, acabei hoje de o ler.
e li-o todo! (isto é excelente, atendendo à minha "histórica" "resistência" a ALA. Devo confessar que os primeiros capítulos foram um bocadinho difíceis de ultrapassar; mas, passado o choque inicial, até foi mais ou menos ok, principalmente porque a temática (guerra do ultramar) me interessa - faz parte do nosso passado tão recente e sei tão pouco!
obrigada, pela oportunidade! aguardo o livro de crónicas :-)

Journal Entry 11 by fflloorr from Lisboa - City, Lisboa (cidade) Portugal on Tuesday, February 17, 2004
Porquê? Sim, eu pergunto porquê?
Depois de uma tentativa falhada de ler "A exortação aos crocodilos" disse que queria descansar deste autor. Mas não, teimam em passar-me livros dele. :p Pois bem, tem de esperar para ser lido, pois tenho outros à frente. Mi aguardem! :)

Journal Entry 12 by fflloorr from Lisboa - City, Lisboa (cidade) Portugal on Wednesday, March 31, 2004
Não consigo, não consigo, não consigo!!!!
Não adianta, não consigo gostar do Lobo Antunes. Neste livro parece-me que ele sofre de um grade ataque de verborreia metafórica, enfim!
Mas começo a compreender, pelo menos com este livro, porque não gosto deste autor. Citando a Mfa "só me apetece classificar tudo isto como prosa poética, forma prolixa de dizer POESIA": e eu sou aversa à poesia!

Journal Entry 13 by fflloorr at on Monday, April 05, 2004
Released on Monday, April 05, 2004 at Enviado a outro Bookcrosser pelo correio in Lisboa, lisboa Portugal.

A caminho do Manuel.

Journal Entry 14 by Manuel from Lisboa - City, Lisboa (cidade) Portugal on Saturday, June 05, 2004
Apesar da "verborreia metafórica", ALA cria imagens magníficas. Escolho ao acaso:"Os oficiais pára-quedistas, estritos e graves como seminaristas laicos, abraçando contra o peito os crucifixos das (...)". Talvez uma conversa de engate tendo como fundo uma guerra colonial que traumatizou sobremaneira o autor. Na minha opinião, um livro a ler para quem gosta de ficar submerso em metáforas.

Journal Entry 15 by at-beirario on Thursday, June 17, 2004
Acabou de chegar pelo correio. Mais comentários posteriores à sua leitura.

Journal Entry 16 by at-beirario on Saturday, July 24, 2004
O primeiro livro que li de Lobo Antunes foram as crónicas, que me entusiasmaram bastante no início, mas cansaram-me a partir de certa altura. Com este livro, a dificuldade esteve no início, com a sua linguagem elaborada, intensa, com as suas frases cheias de angústia e raiva. Mas depois, deixei-me encantar por essa poesia e deixei-me perturbar por uma experiência de vida da guerra colonial. A conversa de engate pareceu-me apenas o pretexto para colocar no papel como se é possivel viver morto, para mostrar a morte que é passar por uma guerra. É um livro intenso, que me fez tomar mais consciência das consequências da guerra no ultramar na vida dos soldados.

Journal Entry 17 by ivosousa on Wednesday, September 29, 2004
Não gostei muito, mas reconheço que o António Lobo Antunes é muito bom.

Journal Entry 18 by miosotis from Almada, not specified not specified on Monday, October 11, 2004
Recebi-o pelo correio e vou começar a lê-lo hoje.

Journal Entry 19 by miosotis from Almada, not specified not specified on Friday, November 26, 2004
Gostei muito deste livro, e de entre os que já li do Lobo Antunes foi dos que gostei mais. A partilha de emoções numa conversa entre 2 pessoas que acabam de se conhecer... a intensidade do ultramar... o medo de não voltar e ao mesmo tempo o medo de voltar... gostei muito.

Já mandei PM à MariaTeresa que é a próxima na lista.

Journal Entry 20 by miosotis at on Friday, February 11, 2005

Released 15 yrs ago (2/11/2005 UTC) at

WILD RELEASE NOTES:

RELEASE NOTES:

Segue para o PedroPortugal

Journal Entry 21 by leitora from Porto - Paranhos, Porto Portugal on Saturday, February 19, 2005
ACTUALIZAÇÃO DE INSCRITOS NO BOOKRING!


Como algumas das pessoas que inicialmente se inscreveram deixaram de estar contactáveis ou de querer ler o livro, vou contactar toda a gente e refazer a lista de inscritos.


Confirmados
pedroportugal - Porto

a confirmar:
AthenianOwl - Maia
joanamnb - Porto
Pedroferreira - Porto
Esofista - Braga
Venezuela - Lisboa
Woody-lx - Lisboa
JCleto - Lisboa
Mundo-pequeno - Reino Unido
CMesquita96 - Porto
Alquimista - Lisboa
tcp - Lisboa

Journal Entry 22 by pedroportugal on Tuesday, February 22, 2005
Hoje chegaram-me 3 br :) vou demorar algum tempo para ler... até porque tenho andado bué de ocupado com a estreia... mas vou tentar ser o mais rápido possivel

Journal Entry 23 by ct2jzr at Sever do Vouga, Aveiro Portugal on Sunday, December 28, 2014

Released 5 yrs ago (12/28/2014 UTC) at Sever do Vouga, Aveiro Portugal

CONTROLLED RELEASE NOTES:

Libertado no café da estação Paradela

Are you sure you want to delete this item? It cannot be undone.