.:Eça de Queirós:. Desafio de Leitura

by EÇA DE QUEIRÓS | Literature & Fiction | This book has not been rated.
ISBN: 8577150194 Global Overview for this book
Registered by eldaBonifacio of Leiria, Leiria Portugal on 6/25/2009
Buy from one of these Booksellers:
Amazon.com | Amazon UK | Amazon CA | Amazon DE | Amazon FR | Amazon IT | Bol.com
6 journalers for this copy...
Journal Entry 1 by eldaBonifacio from Leiria, Leiria Portugal on Thursday, June 25, 2009
Olá a todos!
Este é o primeiro desafio de leitura que organizo! =)
O principal objectivo é que todos se divirtam e que enriqueçam ainda mais a vossa cultura com as obras deste grande autor da Literatura Portuguesa, Eça de Queirós.



O Desafio

Este desafio consiste em ler o maior número de obras que conseguirem, deste autor . =)
Se já leram todos, Parabéns! Mas de qualquer forma participem e partilhem connosco as vossas opiniões! ;)

Para participar, primeiro, têm que criar uma JE nesta página, para onde devem copiar a lista que se encontra mais abaixo com as obras de Eça de Queirós. Podem organizá-la como bem entederem! ;)
Embora seja um desafio, não haverão vencedores, nem vencidos... nem prémios. Apenas a satisfação pessoal e os nossos parabéns para quem o terminar com mérito! =D

REGRAS/RECOMENDAÇÕES:

.:. Este desafio não tem prazo de validade, cada um deve ler ao seu ritmo e, à medida que vão lendo, devem indicá-lo aqui (se possível coloquem um link do site onde está a vossa opinião acerca do livro que leram).
.:. A ordem de leitura fica ao vosso critério.
.:. Também devem indicar quais os livros que leram antes do desafio.
.:. Cada um deve atribuir uma classificação a cada livro (escala de 1 a 10), só para termos uma ideia do quanto gostaram ou não gostaram. =)
.:. Além disso, penso que seria interessante reservarem um espaço para colocarem um frase ou um excerto de que tenham gostado, indicando a que livro pertence. Se preferirem, podem ir mudando estas frases/excertos à medida que vão terminado cada livro.

Muitos dos livros estão disponíveis na Internet, na forma de e-books. Se precisarem de ajuda, posso encaminhar-vos para alguns sites.
Um site que me despertou interesse foi o da Biblioteca Nacional - Eça de Queirós. Aí podem encontrar várias informações acerca do escritor e da sua obra, bem como .pdf de alguns dos livros, e até imagens dos locais onde se passa a acção de algumas das histórias.

A Obra

O Mistério da Estrada de Sintra (1870)
O Crime do Padre Amaro (1875)
O Primo Basílio (1878)
O Mandarim (1880)
As Minas de Salomão (publicado originalmente em 1885, é um best-seller escrito por Henry Rider Haggard foi traduzido por Eça de Queirós)
A Relíquia (1887)
Os Maias (1888)
Uma Campanha Alegre (1890-91) - crónicas pertencentes às "Farpas"
A Ilustre Casa de Ramires (1900)
A Correspondência de Fradique Mendes (1900)
A Cidade e as Serras (1901)
Contos (1902)
Prosas Bárbaras (1903)
Cartas de Inglaterra (1905)
Ecos de Paris (1905)
Cartas Familiares (1907)
Bilhetes de Paris (1907)
Notas Contemporâneas (1909)
Últimas Páginas (1912)
A Capital (1925)
O Conde de Abranhos (1925)
Alves e C.ª (1925)
Correspondência (1925)
O Egipto (1926)
Cartas Inéditas de Fradique Mendes (1929)
Páginas Esquecidas (1929)
Eça de Queirós entre os seus - Cartas íntimas (1949)
Folhas Soltas (1966)
A Tragédia da Rua das Flores (1980)
Philidor
Crónicas de Londres
Dicionário de Milagres
Lendas de Santos


... que a aventura pela obra queirosiana comece! =)
Boas Leituras

Journal Entry 2 by eldaBonifacio from Leiria, Leiria Portugal on Thursday, June 25, 2009

Por enquanto, em branco



As minhas leituras queirosianas:


O Mistério da Estrada de Sintra (1870)
O Crime do Padre Amaro (1875)
- * 10 * (lido antes do desafio)
A Tragédia da Rua das Flores (1977-78)
O Primo Basílio (1878) (na estante)
O Mandarim (1880)
As Minas de Salomão (1885)
A Relíquia (1887)
Maias (1888)
- * 10 * (lido antes do desafio)
Uma Campanha Alegre (1890-91)
A Ilustre Casa de Ramires (1900)
A Correspondência de Fradique Mendes (1900)
A Cidade e as Serras (1901) (na estante)
Contos (1902)
- * 6 *
Prosas Bárbaras (1903)
Cartas de Inglaterra (1905)
Ecos de Paris (1905)
Cartas Familiares (1907)
Bilhetes de Paris (1907)
Notas Contemporâneas (1909)
Últimas Páginas (1912)
A Capital (1925)
O Conde de Abranhos (1925)
Alves e C.ª (1925)
Correspondência (1925)
O Egipto (1926) (na estante)
Cartas Inéditas de Fradique Mendes (1929)
Páginas Esquecidas (1929)
Eça de Queirós entre os seus - Cartas íntimas (1949)
Folhas Soltas (1966)
Philidor
Crónicas de Londres
Dicionário de Milagres
Lendas de Santos

...em construção =)

Journal Entry 3 by Cenci on Friday, June 26, 2009
As minhas leituras queirosianas:






Mistério da Estrada de Sintra (1870)
O Crime do Padre Amaro (1875)- * 07 *(lido antes do desafio)
A Tragédia da Rua das Flores (1977-78)
O Primo Basílio (1878)- * 09 * (lido antes do desafio)
O Mandarim (1880)- * 08 * (lido antes do desafio)
As Minas de Salomão (1885)
A Relíquia (1887)- * 08 * (lido antes do desafio)
Os Maias (1888)- * 10 * (lido antes do desafio)
Uma Campanha Alegre (1890-91)
A Ilustre Casa de Ramires (1900)
A Correspondência de Fradique Mendes (1900)
A Cidade e as Serras (1901)- * 10 * (lido antes do desafio)
Contos (1902)- * 07 * (lido antes do desafio)
Prosas Bárbaras (1903)
Cartas de Inglaterra (1905)
Ecos de Paris (1905)
Cartas Familiares (1907)
Bilhetes de Paris (1907)
Notas Contemporâneas (1909)
Últimas Páginas (1912)
A Capital (1925)
O Conde de Abranhos (1925)
Alves e C.ª (1925)
Correspondência (1925)
O Egipto (1926)
Cartas Inéditas de Fradique Mendes (1929)
Páginas Esquecidas (1929)
Eça de Queirós entre os seus - Cartas íntimas (1949)
Folhas Soltas (1966)
Philidor
Crónicas de Londres
Dicionário de Milagres
Lendas de Santos

...em construção =)

Journal Entry 4 by Sorobai on Friday, June 26, 2009
Li Os Maias, O Mistério da Estrada de Sintra, O Mandarim e Os Contos.
Vou começar a ler A Cidade e as Serras.

Journal Entry 5 by ichigochi from Vila Nova de Gaia, Porto Portugal on Monday, June 29, 2009
Obras de Eça de Queirós que já li e que ainda vou ler:

-O Mistério da Estrada de Sintra (1870) - uma reportagem jornalística imaginária, em colaboração com Ramalho Ortigão
-O Crime do Padre Amaro (1875) - primeiro romance de Eça
-O Primo Basílio (1878) - segundo romance e primeiro grande êxito literário do escritor
-O Mandarim (1880)
-As Minas de Salomão (1885) - tradução do best-seller escrito por Henry Rider Haggard
-A Relíquia (1887)
-Os Maias (1888) - romance magistral que constitui a consequência de textos que deixou sem redacção definitiva: A Capital e A Tragédia da Rua das Flores
-Uma Campanha Alegre (1890-91) - crónicas pertencentes às Farpas

----- póstumos -----

-A Ilustre Casa de Ramires (1900) - tinha saído apenas uma versão incompleta na Revista Moderna
-A Correspondência de Fradique Mendes (1900) - compilação de textos publicados em O Repórter, revistos por Júlio Brandão
-A Cidade e as Serras (1901)
-Contos (1902)
-Prosas Bárbaras (1903) - compilação de textos inicialmente publicados na Gazeta de Portugal e de uma série incompleta de textos sobre a Morte de Jesus que correspondem a esboços de Suave Milagre e A Relíquia
-Cartas de Inglaterra (1905)
-Ecos de Paris (1905)
-Cartas Familiares (1907)
-Bilhetes de Paris (1907)
-Notas Contemporâneas (1909)
-Últimas Páginas (1912)
-A Capital (1925)
-O Conde de Abranhos (1925)
-Alves e C.ª (1925)
-Correspondência (1925)
-O Egipto (1926) - inclui Notas de viagem e Folhas soltas
-Cartas Inéditas de Fradique Mendes (1929)
-Páginas Esquecidas (1929)
-Crónicas de Londres (1944)
-Eça de Queirós entre os seus - Cartas íntimas (1949)
-Folhas Soltas (1966) - incluído anteriormente em O Egipto
-A Tragédia da Rua das Flores (1980)
-Philidor (1982) - tradução da peça Philidor em um prólogo e quatro actos (PHILIDOR / Comédie-drame en quatre actes, precedé de L'HÉRITAGE D'UN PAUVRE HOMME 1 /Prologue), da autoria do dramaturgo francês Joseph Bouchardy (1810-1870), feita em 1866, pelo então recém-formado bacharel em Direito pela Universidade coimbrã, e entregue no Teatro Nacional de D. Maria II, para a aprovação necessária; nunca chegou a ser representada
-Dicionário de Milagres
-Lendas de Santos

Journal Entry 6 by PedroGamaVieira from Ponta Delgada (São Miguel), Açores Portugal on Monday, June 29, 2009
Este é daqueles desafios que já vem e há muitos anos! E que abraço com todo o gosto! Obrigado, Elda, pela organização.

Farei um pequeno comentário à frente de cada livro à medida que os for lendo, salientando desde já que nenhum destes livros se encontra na minha tbr actual.

A Obra

O Mistério da Estrada de Sintra (1870)

O Crime do Padre Amaro (1875) - Gostei imenso de ler este livro. É daqueles a que tenciono voltar um dia para recolher algumas passagens mais críticas deste Eça sempre tão mordaz.

O Primo Basílio (1878) - Foi um livro interessante de ler, embora já tenha sido há tanto tempo que não tenha uma memória fresca do livro. Mas sei que gostei muito.

O Mandarim (1880)

As Minas de Salomão (publicado originalmente em 1885, é um best-seller escrito por Henry Rider Haggard foi traduzido por Eça de Queirós)

A Relíquia (1887)Este é daqueles livros que me divertiram imenso! A Titi é impagável, mas o Raposão... o nome diz mesmo tudo!

Os Maias (1888) - Nota-se que esta obra é de um fôlego muito grande. Nela se espelha tudo o que Eça tem de bom: as fabulosas descrições, o impagável humor, a crítica mordaz e o grande romancista. Incontornável.

Uma Campanha Alegre (1890-91) - crónicas pertencentes às "Farpas"

A Ilustre Casa de Ramires (1900)- Foi o livro do Eça que li mais recentemente e por isso aquele de que tenho uma melhor memória. Além do retrato perfeito de um certo Portugal político, a forma como a literatura romântica é exposta é deliciosa.

A Correspondência de Fradique Mendes (1900)

A Cidade e as Serras (1901) - Este é um livro muito interessante, que põe em confronto dois estilos de vida e a forma como as pessoas mudam perante um e outro. Aqui está um autor que adoraria ter conhecido.Ler este livro sem ler o Civilização, incluído nos Contos, é uma pena. Mas nunca me consegui decidir entre um e outro: um é marcantemente mais descritivo, mais extenso, mais completo, o outro tem a vantagem de ser mais directo, mas, claro, perde no pormenor, na envolvência, na profundidade. Sobretudo acho que uma chave de leitura de ambos é esta diferença entre um conto e um romance e a maneira como esta opção formal influencia o resultado final.

Contos (1902)

Prosas Bárbaras (1903)

Cartas de Inglaterra (1905)

Ecos de Paris (1905)

Cartas Familiares (1907)

Bilhetes de Paris (1907)

Notas Contemporâneas (1909)

Últimas Páginas (1912)

A Capital (1925)

O Conde de Abranhos (1925)

Alves e C.ª (1925)

Correspondência (1925)

O Egipto (1926)

Cartas Inéditas de Fradique Mendes (1929)

Páginas Esquecidas (1929)

Eça de Queirós entre os seus - Cartas íntimas (1949)

Folhas Soltas (1966)

A Tragédia da Rua das Flores (1980)

Philidor

Crónicas de Londres

Dicionário de Milagres

Lendas de Santos

Journal Entry 7 by Alentejana from Mafra, Lisboa (distrito) Portugal on Monday, June 29, 2009
Muito pouco foi o que li de Eça, mas confesso que gosto bastante. Também eu quero entrar neste desafio, espero poder dar notícias em breve.

O Mistério da Estrada de Sintra (1870)
O Crime do Padre Amaro (1875)
O Primo Basílio (1878)
O Mandarim (1880)
As Minas de Salomão (publicado originalmente em 1885, é um best-seller escrito por Henry Rider Haggard foi traduzido por Eça de Queirós)
A Relíquia (1887)
Os Maias (1888)
Uma Campanha Alegre (1890-91) - crónicas pertencentes às "Farpas"
A Ilustre Casa de Ramires (1900)
A Correspondência de Fradique Mendes (1900)
A Cidade e as Serras (1901)
Contos (1902)
Prosas Bárbaras (1903)
Cartas de Inglaterra (1905)
Ecos de Paris (1905)
Cartas Familiares (1907)
Bilhetes de Paris (1907)
Notas Contemporâneas (1909)
Últimas Páginas (1912)
A Capital (1925)
O Conde de Abranhos (1925)
Alves e C.ª (1925)
Correspondência (1925)
O Egipto (1926)
Cartas Inéditas de Fradique Mendes (1929)
Páginas Esquecidas (1929)
Eça de Queirós entre os seus - Cartas íntimas (1949)
Folhas Soltas (1966)
A Tragédia da Rua das Flores (1980)
Philidor
Crónicas de Londres
Dicionário de Milagres
Lendas de Santos

Are you sure you want to delete this item? It cannot be undone.