Sol entre Nuvens

Registered by Catrineta on 11/29/2006
Buy from one of these Booksellers:
Amazon.com | Amazon UK | Amazon CA | Amazon DE | Amazon FR | Amazon IT | Bol.com
3 journalers for this copy...
Journal Entry 1 by Catrineta on Wednesday, November 29, 2006
Livro para libertar.

Journal Entry 2 by Catrineta at on Wednesday, November 29, 2006

Released 13 yrs ago (11/29/2006 UTC) at

WILD RELEASE NOTES:

RELEASE NOTES:


Journal Entry 3 by Jota-P from Sacavém, Lisboa (distrito) Portugal on Wednesday, January 24, 2007
Trouxe-o ontem da Biblioteca Municipal dos Olivais (nem sabia que havia lá uma OCZ). Obrigado Catrineta por pores à nossa disposição este livro. Será lido quando tiver tempo (o que provavelmente não será nos próximos dias...)

Journal Entry 4 by Jota-P from Sacavém, Lisboa (distrito) Portugal on Sunday, May 27, 2007
E tinha realmente razão... Não foi nos dias seguintes a ter trazido o livro para casa que o consegui ler. Aliás, como se pode ver, demorei cerca de 4 meses, o que é estranho para um livro tão fácil de ler como este. Bem... A razão principal foi, acima de tudo, o facto de não ter tido tempo mais cedo.

Aproveitando um fim-de-semana que fui a Portugal (neste momento estou em Trieste, Itália a fazer Erasmus), decidi trazer este livro comigo. E lá o consegui ler quase de uma assentada.

Devo ser sincero: quando o apanhei na OBCZ da Biblioteca Municipal dos Olivais estava à espera que fosse um livro diferente. Sabia que era poesia, mas a falta de atenção não me permitiu notar que se tratava de uma poesia digamos popular. Poemas como "Inundações em Lisboa" e "Alentejo Berço Meu" são para esquecer. O facto de os versos rimarem ainda tornam tudo mais ridículo do que por si só já seria. No entanto, não posso ser injusto e apontar só aspectos negativos. Reconheço todo o mérito à senhora que, num ou noutro poema, demonstra também ter alguma inspiração, como "Putos no Cais" e "Chico do Picão", só para nomear dois exemplos.

Devo dizer que também fiquei surpreendido com o último texto em prosa que aparece no livro, "Olá Filho". O estilo popular mantém-se, mas não é destituído de alguma profundidade: devemos ser firmes, mas não arrogantes, ser humildes sem sermos fracos, desejarmos sermos os melhores é uma ambição saudável, desde que alcançada pelos nossos próprios méritos, não devemos odiar porque o ódio só prejudica quem o sente, mata por dentro... «Tenta, ao lidar com os outros ser "tu e eu" e não "tu ou eu". Porque mais importante que as pessoas darem é darem-se».

Obrigado Catrineta pela possibilidade de ler este livro que, embora não tenha sido o meu preferido de todo o sempre, foi interessante de ler.

Journal Entry 5 by Jota-P from Sacavém, Lisboa (distrito) Portugal on Saturday, June 02, 2007
Passado em mãos a uma amiga portuguesa que conheci cá em Trieste que ainda não está inscrita no BookCrossing, mas que agora será "obrigada" a inscrever-se. Eheheh!

Journal Entry 6 by Feilipa from Loures, Lisboa (distrito) Portugal on Wednesday, June 06, 2007
O Jota-P passou-me este livro. Vou le-lo e depois venho ca' dizer o que achei.

Are you sure you want to delete this item? It cannot be undone.