Tuareg

by Alberto Vazquez-Figueroa | Literature & Fiction |
ISBN: Global Overview for this book
Registered by aneca on 7/14/2006
Buy from one of these Booksellers:
Amazon.com | Amazon UK | Amazon CA | Amazon DE | Amazon FR | Amazon IT | Bol.com
9 journalers for this copy...
Journal Entry 1 by aneca on Friday, July 14, 2006
Os tuaregues são um povo altivo cujo código moral difere do dos Árabes; autênticos filhos do deserto, não têm rival na arte de sobreviver em condições adversas.



O nobre inmouchar Gacel Sayah, protagonista deste romance, é senhor absoluto de uma imensa extensão de deserto. Certo dia chegam ao seu acampamento dois fugitivos vindos do Norte, e o inmouchar acolhe-os, fiel às multi-seculares e sagradas leis da hospitalidade. No entanto, Gacel ignora que essas mesmas leis o arrastarão para uma aventura mortal…



Uma epopeia apaixonante que é, ao mesmo tempo, um autêntico hino a um dos povos mais singulares do mundo.


Journal Entry 2 by aneca on Saturday, July 15, 2006
Livro reservado para bookray, a ultima pessoa da lista pode guardá-lo ou continuar a faze-lo circular...

Lista de Inscritos:

1 - felicidade
2 - Patiblue
3 - butterfly-noir
4 - Bikovska
5 - conto
6 - Pequete
7 - laranjamarga

... a ultima pessoa por ficar com o livro or organizar outro ring/ray...

Journal Entry 3 by aneca at ***** in by mail, a fellow bookcrosser -- Controlled Releases on Sunday, July 23, 2006

Released 12 yrs ago (7/29/2006 UTC) at ***** in by mail, a fellow bookcrosser -- Controlled Releases

WILD RELEASE NOTES:

RELEASE NOTES:


Journal Entry 4 by felicidade from Lisboa - City, Lisboa (cidade) Portugal on Thursday, August 03, 2006
Chegou durante as minhas férias, foi bom ve-lo por cá ao regressar. Leio em breve.
Obrigada pelo envio!

Journal Entry 5 by felicidade from Lisboa - City, Lisboa (cidade) Portugal on Tuesday, August 29, 2006
Gostei bastante deste livro. ÁS primeiras páginas pensei que se calhar não era bem o que eu estava a pensar e que se calhar não era o meu estilo, mas isso foram só 3 ou 4 páginas iniciais, depois fiquei agarrada na demanda do protagonista que com ingenuidade e integridade vai fazendo o que, segundo as suas leis, é o correcto.
O final é um pouco desconcertante! Eu estava a torcer por outro fim.
Obrigada pela partilha!
Segue para a patiblue.

Journal Entry 6 by Patiblue from Vila Nova de Milfontes, Beja Portugal on Thursday, September 28, 2006
Chegou, obrigado. Vou tentar ser breve.

Journal Entry 7 by Loca-Bandoca on Wednesday, August 01, 2007
Veio comigo para o fazer seguir. Enviei morada à Bikovska

Journal Entry 8 by Bikovska from Fundão, Castelo Branco Portugal on Tuesday, August 21, 2007
Chegou hoje junto com outro livro.
E agora, qual fica em 2º lugar na pilha?? -:))))
Obrigada aneca e Loca.

Journal Entry 9 by Bikovska from Fundão, Castelo Branco Portugal on Sunday, October 14, 2007
Adorei!
Ler sobre uma cultura tão diferente, uma noção de honra a que nos estamos a desabituar... Saber mais alguma coisa sobre este povo corajoso... Enfim, é um livro que recomendo.
Também gostava que o fim fosse outro -:(

À espera da morada da conto.


16-10-07
Seguiu hoje para a conto.

Journal Entry 10 by wingcontowing from Lisboa (city), Lisboa (distrito) Portugal on Thursday, October 18, 2007
Chegou, chegou!!
Estou a um livro e meio de distância de lhe pegar, mas tentarei não o demorar demasiado...
Obrigada pelo envio Bikovska!

Journal Entry 11 by wingcontowing from Lisboa (city), Lisboa (distrito) Portugal on Sunday, November 04, 2007
A este só não lhe dou 9 ou 10 estrelinhas, por causa da edição: tem tantos erros que até dói! (malditas editoras que poupam nas revisões, não há direito)

De resto, ADOREI este livro, mesmo. Se calhar tem muito a ver com o facto de ter adorado o deserto, quando lá estive; aquelas imensidões planas, cheias de nada são ainda hoje, passados anos, o meu refúgio cerebral, quando necessito de fechar os olhos e de me sentir em plena paz e ir buscar reservas de energia para continuar seja o que for que me esteja a tirar do sério...
Depois, aquele final quase brutal de tão repentino, deu um excelente fechar de ciclo, quanto a mim.
Enfim... fiquei com vontade de o oferecer a uma série de pessoas! ;-)
Muito obrigada aneca, por esta fantástica leitura!

Vai seguir amanhã para a Pequete.

Journal Entry 12 by Pequete from Bragança, Bragança Portugal on Wednesday, November 07, 2007
á chegou! Obrigada, conto.

Journal Entry 13 by Pequete from Bragança, Bragança Portugal on Saturday, November 17, 2007
Gostei muito deste livro. Muito obrigada, aneca! Para além de uma história apaixonante, gostei de toda a informação que transmite acerca de um povo muito peculiar, das questões que levanta sobre as minorias étnicas nos países sem estabilidade política, do muito que nos passa ao lado sempre que decidimos ignorar um povo com tradições diferentes do nosso. Tal como outros, a única coisa de que não gostei foi das gralhas da edição e do final da história. Por isso, acho que vou fazer omo a minha filha de 6 anos, que sempre que o fim de uma história não lhe agrada, inventa outro... Vai já para o envelope, à espera que a laranjamarga me envie o seu endereço.

Journal Entry 14 by laranjamarga on Wednesday, November 28, 2007
Já chegou, tem 2 à frente, vou dando notícias.

Journal Entry 15 by laranjamarga on Thursday, March 06, 2008
Tive dificuldade em lê-lo, primeiro porque tem muitas palavras de origem árabe que desconhecia, depois porque em determidados capítulos era muito detalhado.

"- Pretendem que sejam iguais o esperto e o parvo, o 'imohag' e o escravo, o trabalhador e o preguiçoso, o guerreiro e o cobarde?...
- Soltou uma exclamação de assombro. - Estão loucos! Se Alá nos fez diferentes, porque querem eles que sejamos todos iguais? - Bufou."

"... Vêde como as lutas e as guerras a nada conduzem, pois os mortos de um lado com os mortos do outro se pagam..."

Como fui a última da lista do BookRay foi libertá-lo na BookCrossingZone do Palácio Galveias, em Lisboa.

Journal Entry 16 by laranjamarga on Thursday, March 06, 2008
Tive dificuldade em lê-lo, primeiro porque tem muitas palavras de origem árabe que desconhecia, depois porque em determidados capítulos era muito detalhado.

"- Pretendem que sejam iguais o esperto e o parvo, o 'imohag' e o escravo, o trabalhador e o preguiçoso, o guerreiro e o cobarde?...
- Soltou uma exclamação de assombro. - Estão loucos! Se Alá nos fez diferentes, porque querem eles que sejamos todos iguais? - Bufou."

"... Vêde como as lutas e as guerras a nada conduzem, pois os mortos de um lado com os mortos do outro se pagam..."

Como fui a última da lista do BookRay foi libertá-lo na BookCrossingZone do Palácio Galveias, em Lisboa.

Journal Entry 17 by wingPalacioGalveiaswing from Lisboa - City, Lisboa (cidade) Portugal on Friday, March 14, 2008
Vou conhecer este escritor

Are you sure you want to delete this item? It cannot be undone.