AFIRMA PEREIRA

by Antonio Tabucchi | Literature & Fiction |
ISBN: Global Overview for this book
Registered by Sarinha-voavoa on 1/15/2006
Buy from one of these Booksellers:
Amazon.com | Amazon UK | Amazon CA | Amazon DE | Amazon FR | Amazon IT | Bol.com
9 journalers for this copy...
Journal Entry 1 by Sarinha-voavoa on Sunday, January 15, 2006
A quem e em que circunstâncias conta Pereira o mês crucial da sua vida, um fatídico Agosto de 1938?
O livro não o diz, caberá ao leitor escolher entre as várias respostas possíveis.
Mas Pereira é uma testemunha exacta e, com obstinação e minúcia conta, como se fizesse um depoimento, um período trágico da sua existência e da história da Europa.
Tendo por pano de fundo o salazarismo português, o fascismo italiano e a guerra civil espanhola, Afirma Pereira é a história atormentada da tomada de consciência de um velho jornalista solitário e infeliz.

Journal Entry 2 by Sarinha-voavoa on Sunday, January 15, 2006
Regras do bookring:
1.Assim que receberes o livro, faz uma journal entry do mesmo para que seja possível "ver" onde ele está.
2.É dado como indicador o prazo de 1 mês para teres o livro em teu poder, mas podes lê-lo mais rapidamente ou mais lentamente, de acordo com o teu ritmo próprio. No caso de o teres muito mais tempo, vai-nos mantendo actualizados sobre isso para sabermos que não o tens esquecido na pilha do TBR.
3.Será ainda aconselhável entrares em contacto com o próximo leitor algumas páginas antes de terminares o livro, para lhe pedires o seu endereço e veres se é conveniente para a pessoa recebê-lo nessa altura ou se deseja ser passada mais para baixo na lista.
4.Após conclusão da sua leitura, faz outra journal entry com a opinião e a indicação do seu destino, ou seja, a quem vais enviá-lo.
5.Gostava que não escrevesses ou sublinhasses no próprio livro.
6.Se quiseres emprestar a alguém de fora do bookcrossing, não há problema, desde que registes aqui também esse facto, para não se perder o norte ao livro.


Lista dos inscritos:
- Jota-P
- Almalusa
- anamae
- marconstantino
- Liduina
- SomethingSimple
- Chibia
- laranjamarga

De volta a casa!

Journal Entry 3 by Jota-P from Sacavém, Lisboa (distrito) Portugal on Thursday, January 19, 2006
Já está comigo. Chegou cá num instante!
Vou tentar ser o mais breve possível.

Obrigado Sarinha-voavoa :)

Journal Entry 4 by Jota-P from Sacavém, Lisboa (distrito) Portugal on Tuesday, January 24, 2006
Devo confessar que quando me inscrevi neste BookRing, não percebia muito bem o porquê do título do livro. Não percebia bem o que era suposto significar Afirma Pereira. Depois de começar a ler o livro lá percebi o porquê do título. E afirmo eu que gostei muito da maneira como a história está narrada.

Pereira é um homem solitário que, nos primeiros anos do salazarismo, vive numa rotina sem pedir nada da vida. No entanto, a pouco e pouco, apercebe-se do que é viver numa ditadura e decide agir. De facto, tudo concorre para que Pereira faça alguma coisa útil, que aja, não só em favor dos que o rodeiam, mas também em seu próprio bem, para que deixe de viver no passado: é Manuel, empregado do café (símbolo da opinião pública coeva), é a alemã judia sem uma perna que a personagem principal encontra no comboio (símbolo dos oprimidos), é Monteiro Rossi e Marta (símbolos da resistência), é o padre António que, surpreendentemente, não é a favor do fascismo, é o Dr. Cardoso, etc. Não posso deixar de ser sensível a este tema, pois eu próprio abomino qualquer tipo de autoritarismo e seria incapaz, se tivesse vivido nessa altura, de esperar de braços cruzados, viver em constante medo de ser denunciado por porteiras, não poder escrever livremente o que penso e não poder exprimi-lo abertamente.

Achei bastante interessante o facto de a história ter sido escrita por um autor italiano, que mostra ser conhecedor da história e cultura de Portugal e também de Lisboa, cidade onde decorre a acção.
Gostei igualmente da teoria da confederação das almas (pág. 124). É algo de que nunca ouvi falar, mas com a qual concordo. Sem dúvida que não temos apenas uma personalidade (eu talvez prefira falar em identidade), mas sim várias que não se anulam mutuamente, antes interagem e complementam-se umas às outras, havendo, claro, uma predominante para que não haja conflitos internos.

Sei que existe um filme baseado neste livro. Vou tentar encontrá-lo para ver como adaptaram esta história, de que eu gostei realmente bastante, ao grande ecrã.

Peço desculpa se me alonguei demasiado nesta JE, mas adorei ler este livro. Foi mesmo uma das melhores leituras que o BookCrossing me proporcionou. Muito obrigado Sarinha-vovavoa.

Vou agora aos correios enviá-lo à Almalusa.

Journal Entry 5 by Almalusa on Friday, January 27, 2006
Já chegou! Estou muito curiosa, deixa lá ver...

Journal Entry 6 by Almalusa on Thursday, March 02, 2006
Fantástico! Gostei muito da maneira como está escrito, parece que é um amigo que nos está a contar a história. Muito obrigada Sarinha por teres partilhado este livro!

O livro seguiu hoje para anamae.

Journal Entry 7 by anamae on Friday, March 03, 2006
Chegou debaixo de chuva mas são e salvo. Obrigada. Vou tentar lê-lo rapidinho.

Journal Entry 8 by anamae on Sunday, March 05, 2006
Magnífico livro! Superou largamente as minhas expectativas.

Através de um depoimento fluido e aliciante, Pereira afirma ter tomado consciencia de si próprio, das suas ideologias, da sua inercia, enquanto jornalista, em relação ao ambiente de opressão e repressão, inerente á época, em determinados países europeus (concretamente, Salazarismo, fascismo italiano e guerra civil espanhola a par do nazismo alemão)aquando do aparecimento na sua vida de um jovem revolucionário de origem italiana que, supostamente, teria sido "recrutado" para seu auxiliar no jornal em que trabalhava.
Importantes foram os desabafos deste para com o seu médico da clínica talassoterápica que frequentou e do seu amigo e confessor, o padre António.

Personagem algo estranha, bastante reservada que pouco se retrata ao longo do depoimento. Dele apenas somos informados acerca da sua profissão,da sua viuvez, da sua religião, da sua formação em Coimbra onde conheceu a sua mulher e da sua "saudade de arrependimento" (que até dada altura não percebe de quê).

Interessantes as repetições que surgem ao longo da história e que reforçam deliciosamente a mensagem que nos é transmitida pelo Pereira: os acontecimentos que apenas eram conhecidos através de conversas de café porque os jornais portugueses não os relatavam, a referencia aos seus sonhos que quase nunca descrevia porque não interessava para a história...

Gostei muito. Obrigada Sarinha-voavoa pela oportunidade e Almalusa por o teres enviado.

Journal Entry 9 by anamae on Sunday, March 05, 2006
Vai ser enviado amanhã ou depois para marconstantino.

Peço desculpa mas só o enviei hoje (dia 10). Obrigada e beijinhos

Journal Entry 10 by marconstantino on Wednesday, March 15, 2006
Já Chegou.
Obrigada Sarinha-voavoa e anamae:)

Journal Entry 11 by Liduina from Santa Cruz, Madeira Portugal on Sunday, May 07, 2006
Já chegou!
Obrigada!

Journal Entry 12 by Liduina from Santa Cruz, Madeira Portugal on Wednesday, May 24, 2006
Gostei do livro e lê-se muito bem. Retrata a situação vivida em Portugal antes da Revolução da Liberdade. Pereira fez bem em denunciar a situação ocorrida mas fugir às consequências do seu acto foi uma maneira de "salvar a sua pele".

Estou a aguardar a morada da Chibia para fazer seguir o ring.

07-06 - Segue hoje para somethingsimple

Journal Entry 13 by SomethingSimple from Cascais, Lisboa (distrito) Portugal on Friday, June 09, 2006
Chegou! Muito obrigado! Tentarei ser breve, mas em principio demorarei mais de um mês. Vou tentar que não seja muito mais que isso ;)
E obrigado pela surpresa Liduina ;)))

Journal Entry 14 by SomethingSimple from Cascais, Lisboa (distrito) Portugal on Monday, July 24, 2006
Gostei muito de ler este livro! Nunca tinha lido nada do Tabucchi e foi uma agradavel descoberta. Os ambientes e as personagens são descritas de uma maneira muito verdadeira e quase podemos sentir o calor ofegante que se descreve ao longo do livro. Recomendo! Estou à espera de saber a quem devo passar o livro...

Journal Entry 15 by SomethingSimple from Cascais, Lisboa (distrito) Portugal on Friday, September 29, 2006
Finalmente o livro passa ao próximo! Foi hoje enviado para a Chibia. Espero que gostes ;)

Journal Entry 16 by andreiamartins from Lisboa (city), Lisboa (distrito) Portugal on Tuesday, October 10, 2006
Já chegou! =)

Journal Entry 17 by andreiamartins from Lisboa (city), Lisboa (distrito) Portugal on Monday, October 23, 2006
Já terminei, gostei bastante..! =) Segue assim que tiver uma confirmação. Obrigada, sarinha-voavoa

Journal Entry 18 by laranjamarga on Wednesday, November 15, 2006
Chegou! Tenho alguns à frente vou tentar cumprir os prazos :)

Obrigada.

Journal Entry 19 by laranjamarga on Tuesday, January 16, 2007
Gostei bastante e recomendo. Sem qualquer comparação com "Está a fazer-se cada vez mais tarde : romance em forma de cartas".

No início a palavra "afirma" irritava-me solenemente tanta vez que era escrita.
Com o decorrer da história afeiçoei-me ao Dr. Pereira e confesso que enquanto não comi uma omelete com salsa e uma limonada não descansei, tal era a vontade :)

Comovi-me com o passado triste da nossa História e com a dos nuestros hermanos, fiquei com muita vontade de ver o filme.

Seguiu hoje para casa: obrigada pela partilha Sarinha-voavoa.


Journal Entry 20 by Sarinha-voavoa on Saturday, January 20, 2007
De volta a casa!
Ainda não li este livro mas depois de todos os vossos comentários estou ansiosa para o fazer.
Boas leituras e já sabem a minha bookshelf continua à vossa disposição!

Are you sure you want to delete this item? It cannot be undone.