A Casa Dos Budas Ditosos

Registered by -BookHaven- on 4/12/2005
Buy from one of these Booksellers:
Amazon.com | Amazon UK | Amazon CA | Amazon DE | Amazon FR | Amazon IT | Bol.com
12 journalers for this copy...
Journal Entry 1 by -BookHaven- on Tuesday, April 12, 2005
" Quer dizer , a maior parte não dava propriamente pela razão de sempre, a necessidade de permanecer tecnicamente virgem, mas dava em ultima análise. Até hoje me espanta esta himenolatria. Era a honra da mulher, que horror. Ainda existe, sabia? E existe aos montes, é de cair o queixo(...) Pittigrilli, um escritor que hoje ninguém lê, mas andava em voga...dizia mais ou menos que, em vez de se preocuparem tanto com a integridade dessa honra, melhor fariam as mulheres italianas em lavá-la uma vez por dia com água em vez de tentar lavá-la com sangue. E de facto, é triste, acho que como ele próprio ainda disse, viver numa sociedade em que a honra feminina é portada entre as pernas, que coisa mais besta, meu Deus do Céu.(...) Quantas vidas se perderam, quantos destinos se estragaram, quantas tragédias não houve, quantos conventos não foram abarrotados desumanamente, por causa da honra de tantas e tantas infelizes?"

e ainda escreve ele...

"(...) e depois roçava na bunda dele, ele adorava, embora fosse machissimo como todo o português, inclusive os veados – paneleiros, para ficar com a usança portuguesa e emprestar alguma cor local à narrativa -, os paneleiros que se juntam nos arredores do Campo Pequeno em Lisboa...(...) Vi muitas belas bundas em Portugal, que lá não são chamadas bundas mas de cu mesmo, que lá nem é palavrão, veja como são as coisas, grande país subestimado".


Journal Entry 2 by -BookHaven- on Thursday, June 02, 2005
Bookring a iniciar dia 06/06

1-Patiblue;
2-Xeyra;
3-jarreta;
4-Luna013;
5-Minabomb;
6-LPereira
7-marcenda;
8-Cristina-m;
8-papalaqui;
9-JoanaD-Arc;
10-NunoGuronsan;
11-fio-dagua
12-winkiemoon;
13-nninoca;
14-Loca-Bandoca;
15-LunaVita;
16-fungaga;
17-elsita;
18-...


Journal Entry 3 by -BookHaven- at on Tuesday, June 07, 2005

Released 14 yrs ago (6/7/2005 UTC) at

WILD RELEASE NOTES:

RELEASE NOTES:

para a patiblue. espero que goste.

Journal Entry 4 by Patiblue from Vila Nova de Milfontes, Beja Portugal on Tuesday, June 14, 2005
Olá, obrigado, recebi o livro hoje, vou começar a ler em brve.

Journal Entry 5 by Patiblue from Vila Nova de Milfontes, Beja Portugal on Monday, June 20, 2005
Gostei imenso, no principio confesso que achei um pouco confuso, no fim do livro, deu muito que pensar. Um livro excitante, literalmente.
Estou á espera da morada de xeyra para o enviar. espero que tambem gostem.

Journal Entry 6 by Xeyra from Seixal, Setúbal Portugal on Tuesday, July 05, 2005
Chegou hoje às minhas mãos (e, segundo a data no selo, ele foi enviado ontem!) e vou lê-lo mal acabe o que estou de momento a ler. Vamos lá a ver como vai ser a leitura deste livrito, porque pelo que folheei, deu-me a impressão que não há quase parágrafos nenhuns. Parece pequeno, o livrito, mas tem parágrafos que ocupam capítulos inteiros. :) Vou tentar não me demorar. Obrigada, Pati e BookHaven.

Journal Entry 7 by Xeyra from Seixal, Setúbal Portugal on Saturday, July 09, 2005
Não sabia muito sobre este livro com a excepção dos excertos que foram colocados na journal entry, por isso nõ sabia exactamente o que esperar. O livro surpreendeu, sim senhora, e pela positiva, pois trata-se de uma obra muito original e extremamente interessante.

Não é um livro fácil de ler, apesar de ser pequenino; nunca pensei que houvesse tanta palavra no português do Brasil que eu não iria conseguir perceber à primeira. A maior dificuldade na sua leitura advém do facto de se tratar de um relato, como se fosse a transcrição exacta de um discurso oral, ignorando-se pontuação e certas regras dramaticais para se ser fiel a esse mesmo relato. Isto pode ser confuso a princípio, mas mesmo quando uma pessoa se habitua ao estilo, pode continuar a perder o fio à meada de vez em quando, devido aos muitos saltos e devaneios no discurso que compõe o livro.

O livro é basicamente um relato das experiências sexuais de uma mulher brasileira, inteligente, sensual e moderna antes do seu tempo, que demonstra ser uma mulher sem papas na língua nem falsos pudores, que diz o que tem a dizer de um modo crú, directo, sincero, sem eufemismos desnecessários e hipócritas. Não é um livro para corações fracos, poder-se-á dizer; é certamente uma das leituras mais surpreendentes que li este ano, um livro que nos dá que pensar, como disse a Patiblue, acerca de muita coisa, incluindo ditas "normas" de bom gosto impostas pela sociedade e a liberdade que uma pessoa tem para expressar algo tão natural como o desejo sexual sem problemas ou complicações.

Um livro a não perder.

A enviar brevemente para a jarreta, provavelmente na segunda-feira.

Journal Entry 8 by jarreta from Aroeira, Setúbal Portugal on Tuesday, July 12, 2005
..e cá chegou ele (penso que depois terei que o enviar para a Luna013, certo?)

Gostei especialmente da forma coloquial com que está escrito; na verdade é um livro bastante interessante, e ninguém conseguirá ficar indiferente à franqueza deste relato "socio-historico-litero-porno" e ao seu humor corrosivo. Um romance impudico e provocador, sem ser brega e escabroso.

Junto com o livro envio um marcador.
Muito obrigado pela excelente oportunidade de leitura.

Journal Entry 9 by Luna013 on Monday, August 08, 2005
O livro ja chegou... obrigada!!!

Journal Entry 10 by minabomb from Estoril, Lisboa (distrito) Portugal on Monday, August 22, 2005
recebido hoje. como é pequenino vou ver se o encaixo no meio da pilha :).
A ver se o despacho. Depois comento no fim.

Journal Entry 11 by minabomb from Estoril, Lisboa (distrito) Portugal on Monday, August 29, 2005
Consegui encaixá-lo aqui no meio da pilha. Não é um livro que me surpreende por aí além, pois já li outros livros do género. Por vezes chateou-me o facto de a mulher que conta a história querer assumir certos eventos como verdades universais, tipo mulher que não faz isto não é mulher...lá nisso, a visão do sexo fica muito redutora...porque todos temos a liberdade de fazermos aquilo que quisermos na vida e no sexo, e o facto de não fazermos isto ou aquilo não é nenhum defeito. Alías, como ela própria diz que é uma mulher-macho..a sua visão também é muito machista. Se por um lado a "autora" quer desmistificar certos assuntos relacionados com o sexo, por outro lado também segue uma visão bastante comum, e continua a defender algumas questões que de si não são nada inovadoras. Para mim isto insere-se num registo mais pornográfico masculino, do que exactamente num romance erótico. Pois muitas partes vêem-se em bastantes filmes pornográficos que andam por aí. E pode-se dizer que eu sei, porque já vi alguns. :)
Ao menos espero que o livro sirva para abrir alguns horizontes a leitores mais "inocentes" e que ponha outras mentes não tão "inocentes" a pensar em algumas coisas, como eu.
Estou à espera da morada da próxima pessoa e o livro seguirá depois.
Obrigado BookHaven01*****

Journal Entry 12 by Lpereira from Alcochete, Setúbal Portugal on Friday, September 23, 2005
Acabei de o receber. Vou tentar ser breve.
Obrigada

------------------------------------------

9-11-2005

Acabei de o ler ontem.
É um livro muito interessante, embora tenha umas ideias um bocado radicais sobre certos assuntos.
Emprestei-o a uma amiga minha. Assim que ela acabar de o ler envio à Marcenda.

Obrigada!

P.S. A minha amiga ja acabou de o ler. Ela só disse isto em relação ao livro: esta mulher é maluca!!
Entretanto tenho um outro amigo que mostrou interesse em ler o livro.

Journal Entry 13 by Marcenda from Carcavelos, Lisboa (distrito) Portugal on Thursday, January 12, 2006
Chegou hoje. Obrigada, LPereira e Bookhaven!

Journal Entry 14 by Marcenda from Carcavelos, Lisboa (distrito) Portugal on Thursday, March 09, 2006
Gostei imenso deste livro de João Ubaldo Ribeiro, grande amigo de Portugal, onde viveu e onde até lhe nasceu uma filha. Durante alguns anos escreveu umas crónicas excelentes no SE7E, que eu guardei religiosamente e que ainda devo ter por aqui. Este livro está primorosamente escrito, é altamente erótico e muito divertido. Só me pareceu que o final foi um pouco precipitado e mal resolvido. A única coisa em que acho que J.U.R. falhou é que não tornou a sua heroína verosímil, pelo menos para mim. Nem por um momento acreditei que era uma mulher a autora do relato. A personagem é a fantasia escarrapachada de um homem: insaciável, omnívora, infinitamente orgásmica, totalmente despida de tabus (e já agora necrofilia e coprofilia porque não? - porque são as 'filias' que nem na fantasia dele cabem). Aquela insistência em sentir as explosões de 'fluido' no seu interior é um erro de palmatória que ele podia ter evitado se falasse com uma mulher que lhe explicasse que naquela zona do corpo não há terminais nervosos e portanto essa percepção é uma impossibilidade - ou um milagre. Não pude deixar de achar graça à sua descrição pormenorizada dos bigodes mais atraentes - por acaso muito semelhantes ao do próprio J.U.R.. Mas foi uma leitura muito agradável e divertida. Gostaria de ler mais livros deste autor. Acabei de enviá-lo para a papalagui. Boa viagem! E obrigada, BookHaven, pela partilha.

Journal Entry 15 by papalagui from Mafra, Lisboa (distrito) Portugal on Monday, March 13, 2006
Chegou hoje. Vou lê-lo quanto antes. Obrigada Marcenda e -BookHaven-.

Journal Entry 16 by papalagui from Mafra, Lisboa (distrito) Portugal on Saturday, April 08, 2006
Este foi o quarto livro que li do João Ubaldo Ribeiro e tal como os dois anteriores divertiu-me imenso. Claro que não recomendável a espíritos sensíveis e muito menos pudicos, o erotismo e as descrições explícitas são marca constante ou não tivesse este livro sido escrito para integrar uma colecção de livros incidindo sobre os sete pecados mortais/capitais. Gostei da vivência descomplexada da sexualidade, embora tenha sentido nos relatos a marca masculina e tivesse pensado muitas vezes se a voz masculina do autor não se sobrepunha à voz feminina da narradora. Concordo com a Marcenda, portanto. Mas foi divertido e fiquei com esta citação:
"Faço tudo o que me dá na cabeça, não quero saber de limitações. Eu não pequei contra a luxúria. Quem peca é aquele que não faz o que foi criado para fazer. E eu fiz o que Ele me criou para fazer." Mais nada!
Aguardo notícias da JoanaD-Arc para fazer seguir o ring. Obrigada -BookHaven-pela partilha.

Journal Entry 17 by papalagui from Mafra, Lisboa (distrito) Portugal on Thursday, April 13, 2006
Seguiu hoje viagem para o NunoGuronsan. Boa leitura!

Journal Entry 18 by NunoGuronsan from Agualva, Lisboa (distrito) Portugal on Monday, April 17, 2006
Chegou hoje. Ainda hoje devo acabar de ler aquele que actualmente ocupa a minha mesa de cabeceira, e depois irei "mergulhar" nesta Casa dos Budas Ditosos. Obrigado pelo envio, papalaqui!

Journal Entry 19 by NunoGuronsan from Agualva, Lisboa (distrito) Portugal on Monday, April 24, 2006
Se de facto há um livro que possa espelhar bem o pecado capital da lúxuria, é mesmo este. Apesar de sentir que às vezes era díficil acreditar que havia uma mulher por detrás deste relato (como alguém já por aqui mencionou), fiquei também surpreendido pela fina linha que é colocada entre o socialmente aceitável e aquilo que são dogmas morais, inerementes a muitas religiões e convenções sociais, e pela maneira como eu próprio me vi confrontado com estes "limites". Dito isto, vale a pena a leitura.

Segue para o(a) próximo(a).

Journal Entry 20 by fio-dagua from Porto - City, Porto Portugal on Wednesday, May 24, 2006
peço desculpa por não ter dado notícia do paradeiro destes budas mas estive sem net... agora já está pronto a partir, dps duma leitura na diagonal

Journal Entry 21 by nninoca from Porto - City, Porto Portugal on Thursday, September 07, 2006
Eheheheh..... esta comigo, e já vou a meio! Que livro, minha gente, que livro!

Gosto da forma aparentemente desarrumada, como se relatam os aconteceres. Aquele contar ao correr do pensamento. Aquele provocar constante da pseudo-moral instituida... sei lá!

Gosto e pronto!

(Mas, para não me perder nestas leituras.. estou a ler em paralelo as "Conversas com Deus" que eu cá sou um senhora de meia idade muito "bem"!

Journal Entry 22 by nninoca from Porto - City, Porto Portugal on Sunday, February 11, 2007
E já seguiu este sábado para a LunaVita...

Obrigado pela partilha, -BookHaven-!


Journal Entry 23 by nninoca from Porto - City, Porto Portugal on Thursday, March 01, 2007
Afinal, só foi ontem para o correio...

Are you sure you want to delete this item? It cannot be undone.