A Desgraça (bookring)

Registered by Travolta on 3/2/2005
Buy from one of these Booksellers:
Amazon.com | Amazon UK | Amazon CA | Amazon DE | Amazon FR | Amazon IT | Bol.com
21 journalers for this copy...
Journal Entry 1 by Travolta on Wednesday, March 02, 2005
"Com este romance vencedor do Booker Prize (1999), Coetzee relata-nos a história de um professor universitário que cai em desgraça. A queda da personagem principal acompanha a decadência da sociedade sul-africana pós apartheid.

Pode-se especular quanto à intenção do autor criar uma relação causa-efeito entre as desgraças que atingem o professor David Lurie e a sua filha, com a violência e constante clima de insegurança que marcam as relações sociais e raciais na África do Sul.

Mas o presente romance não é apenas o relato dos insucessos das personagens. Enredado nas diversas teias que Coetzee magistralmente tece, encontramos o profundo confronto entre opções de vida diametralmente opostas, o amor surpreendente que por vezes apenas se pode sentir pelos animais (surpreendente porque não se pede nada em troca), a procura do sentido da vida nas mais pequenas coisas.

Sobretudo, este livro marca pela discrição da dor física e psicológica, pelo amor de um pai pela filha que, por maior que seja, não a pode salvar do destino por ela escolhido. Esse destino talvez esteja na expiação dos pecados cometidos pelos seus antepassados, através da sujeição aos frutos do mal por estes semados."



Bookring (inscritos)

1. nninoca R
2. ichigochi R
3. cristina-m R
4. corvoaudaz R
5. bumpo R
6. Kapalika R
7. Luna013 R
8. -BookHaven- R
9. syrin R
10. PedroGamaVieira R
11. MrAntipyrine
12. conto R
13. marconstantino R
14. KiRSha R
15. Alentejana R
16. Moorea
17. SomethingSimple R

De volta a casa!!

De ida, novamente...:)

18. minabomb R
19. eeeemaaaaaa R
20. Avozinha
21. marialeitora R
22. irusdodot R
23. Tanea31- Estou aqui!
24. sara18
24. snowshoee

Journal Entry 2 by Travolta at on Tuesday, March 08, 2005

Released 14 yrs ago (3/8/2005 UTC) at

WILD RELEASE NOTES:

RELEASE NOTES:

Já partiu para a nninoca!! ;)
Bom proveito...

Journal Entry 3 by nninoca from Porto - City, Porto Portugal on Wednesday, March 09, 2005
Já chegou! Já chegou! risos
Ah! E como eu o queria! risos
(Que rapidez!) risos

Juro que ainda não espreitei, sequer. Tenho medo de, ao fazê-lo, não parar mais!
OBRIGADO Travolta!

Journal Entry 4 by nninoca from Porto - City, Porto Portugal on Thursday, March 10, 2005
Bolas........Já tinha feito JE deste!

será que fui ler com tanta pressa que nem validei? risos
Ja estou na pág 51 e ......... A ADORAR

Obrigado Travolta!

Journal Entry 5 by nninoca from Porto - City, Porto Portugal on Wednesday, March 16, 2005
Caramba! Que livro!
A história do anti-herói. Em vez de ser o maior, capaz de vencer todos, trata apenas da impotência perante o que não pode evitar. E faz-nos sentir também, ter medo também, pelo futuro que espera a filha, que se antevê, que se acredita.....

Segue amanha para a Ichigochi.

OBRIGADO Travolta!

Journal Entry 6 by nninoca from Porto - City, Porto Portugal on Thursday, March 17, 2005
Foi hoje para o correio..... para a Ichigochi!

Journal Entry 7 by ichigochi from Vila Nova de Gaia, Porto Portugal on Thursday, March 24, 2005
Já cá está... o meu primeiro livro bookcrossing! :)

Estou muito curiosa porque nunca li nada deste autor.

Obrigada travolta!
Obrigada nninoca!

Journal Entry 8 by ichigochi from Vila Nova de Gaia, Porto Portugal on Monday, April 04, 2005
Um livro marcante e complexo.
Por um lado a história, que é triste e perturbadora, como não podia deixar de ser tratando-se de um relato de desgraças: a desgraça de um homem, a desgraça da sua filha, a desgraça de (muitos) animais, (a desgraça de um povo?)...
Depois o estilo da escrita que é simples e lúcido sem grandes floreados que disfarcem a crueza da história...
... e as personagens cujas escolhas são difíceis de compreender e por quem é difícil criar empatia.

E apesar de tudo isto, ou talvez por tudo isto, sinto que é uma obra de mestre, porque só um mestre da palavra consegue criar um relato capaz de nos tocar e perturbar, e é uma leitura a recomendar, desde que não se espere ficar com o espírito enlevado.

O livro seguiu hoje pelo correio para a cristina-m.

Journal Entry 9 by cristina-m on Wednesday, April 06, 2005
Chegou hoje. Obrigada Travolta, ichigochi :)

Journal Entry 10 by cristina-m on Wednesday, May 04, 2005
Acabei o livro há uns dois dias, mas - pela impressão forte que me deixou - só agora consigo escrever um comentário. Ia escrever "um livro deprimente", mas corrijo: é um livro sobre questões deprimentes, como a velhice, a morte, o desencanto, a resignação, o desamor e a solidão. Uma sucessão de desgraças encadeia-se para compor o cenário onde as personagens se vão movendo dolorosamente. Não há revolta perante a adversidade, há uma resignação / adaptação, como se cada acontecimento servisse para justificar a própria culpa, uma culpa antiga a que é difícil dar nome.

Bom... talvez volte aqui mais tarde para acrescentar mais qualquer coisa, depois de digerir melhor o que li.

Para já, segue hoje para o corvoaudaz, com um alerta: é um livro que merece ser lido sem pressa.

Obrigada, Travolta.

Journal Entry 11 by corvoaudaz on Monday, May 09, 2005
Já chegou e já comecei a ler. Estou a gostar...

Journal Entry 12 by corvoaudaz on Friday, June 17, 2005
Já li e gostei muito. A degradação humana quando começa não pára. Não há nada, ou quase nada, que se possa fazer. É um retrato duro da realidade sul-africana pós apartheid. É um exemplo a ter em linha de conta, nos dias que correm em Portugal. Vou mandar a Bumpo assim que fôr possível.

Journal Entry 13 by bumpo on Thursday, June 23, 2005
Recebi o livro hoje .Vou tentar não demorar muito.
Obrigado ao Travolta e ao corvoaudaz.

Journal Entry 14 by bumpo on Saturday, July 23, 2005
Gostei do livro.Fiquei a conhecer melhor a realidade da Africa do Sul e é deveras perturbante.Com frequência(infelizmente) recebemos notícias de madeirenses a morrer neste pais e agora percebo que vivem por sua conta sem segurança.

Journal Entry 15 by Kapalika from Porto - City, Porto Portugal on Wednesday, July 27, 2005
chegou hoje! =) Obrigada!**

Journal Entry 16 by Kapalika from Porto - City, Porto Portugal on Friday, August 12, 2005
Adorei! Porque adoro quando um livro não nos leva a fazer juízos de valor, quando não se limita ao conceito básico de claro/escuro, mas admite uma gradação entre eles. Perturbador também, muito explícito e cruel, dá vontade de "fechar os olhos" em certas partes, como em certos filmes, mas deixando sempre os dedos entreabertos para enfrentar essa frieza...
Obrigada Travolta, aguardo morada da próxima contemplada... ;)

Journal Entry 17 by Luna013 on Wednesday, September 07, 2005
Já tenho o livro!
Desculpem o atraso na JE mas nao estive em casa... ;)
(...as férias!!!)
Muito Obrigada, Kapalika e Travolta!!

"Nenhum homem é feliz enquanto não está morto."

...enviei hoje (21-Out.) para -BookHaven-.

Journal Entry 18 by -BookHaven- on Monday, October 24, 2005
já chegou, obrigada.
estou a ler o messiah, que é um bocadinho pró grande, mas a seguir, atiro-me a este!

Journal Entry 19 by -BookHaven- on Wednesday, November 02, 2005
Fiquei com uma impressão fortíssima deste livro, e sobretudo, com a ideia de que toda a história se resume à diferença entre matado e morto, àquilo que fizeste e àquilo que te fazem.
Apesar de obviamente ser uma história de culpa não assumida e castigo não aceite, é tão dura, tão pesado, tem tanto desancanto, tanta solidão...

É uma faceta da África do Sul que não conhecia, sobre a qual terei ainda que fazer muitas perguntas, mas que me deixou a vontade ler muitos mais livros destes autor...

Muito obrigada Travolta!

_________________________

já enviei pm à syrin há uns dias, mas ainda não respondeu (estará talvez a fazer fim-de-semana/semana de descanso).
Aguardo contacto dela para a desgraça seguir a sua viagem.

__________________________

Segue para a syrin hoje, dia 07/11/05.


Journal Entry 20 by wingsyrinwing from Lisboa - City, Lisboa (cidade) Portugal on Wednesday, November 09, 2005
Já cá chegou!
Obrigada, Bookhaven e Travolta.

Journal Entry 21 by wingsyrinwing from Lisboa - City, Lisboa (cidade) Portugal on Monday, December 05, 2005
Este livro intrigou-me.

De início não estava a gostar da história, não estava a gostar da personagem principal, por não entender as suas razões e opiniões sobre o que se passou entre ele e a aluna.



Mas consegui mudar de opinião a partir do momento em que trocou a cidade pelo campo. A sua história e a da filha conseguiram envolver-me: sofri por eles, pelos amigos, pelos animais. E gostei especialmente da menção ao "morto/matado" que a -Bookhaven- faz na sua JE; realmente o livro baseia-se na dicotomia entre aquilo que fazemos / aquilo que nos fazem.

Muito obrigado pela oportunidade de ler este livro, Travolta. Já seguiu viagem até aos Açores, e espero que faça companhia ao PedroGamaViera este Natal.

Journal Entry 22 by PedroGamaVieira from Ponta Delgada (São Miguel), Açores Portugal on Tuesday, December 13, 2005
Já chegou! Estou muito curioso acerca deste livro... mas começo a ficar ansioso quando vejo a pilha a avolumar-se e tão poucos dia no Natal!!!

Journal Entry 23 by PedroGamaVieira from Ponta Delgada (São Miguel), Açores Portugal on Wednesday, January 11, 2006
Todos os desiquilíbrios n'A Desgraça são contidos. Tudo na sua proporção, peso e medida para não ficar grotesco ou lamechas. E no entanto mantém sempre o mesmo tom ácido, desafiante, rufia (ia dizer: que caracteriza a personagem principal, mas não é verdade - caracteriza todas as personagens, todo o livro).

Lê-se de uma penada, com gosto, com vontade de chegar ao fim. Mas o fim tem precisamente este toque ácido que acompanha todo o livro. Não se sente que desenvolva. Como se David fosse o único ponto estático.

É um livro estranho: queria que não fosse assim, mas percebo que este era, talvez o único caminho que não o desvirtuasse, que não traísse David na sua miséria autoinfligida.

Já aqui se falou da temática do morto/matado. É, sem dúvida, um tema principal do texto.

Talvez fizesse sentido falar também de castigo-perdão-misericórdia. Os castigos autoinflingidos. A forma como o perdão permite seguir em frente apesar das desgraças, construir sobre os escombros. Não falo da misericórdia. Desvendaria demasiado para quem não tenha lido. Digo só que me parece uma palavra chave deste livro, posta em sistema com as outras duas.

Ficou aquém do que eu esperava quanto ao retrato da África do Sul. Foi muto além como escritor. Que força nas personagens!

Excelente livro.

Obrigado, Travolta

___________________________________

Segue sexta, 13 de Janeiro para MrAntipyrine

Journal Entry 24 by wingcontowing from Lisboa (city), Lisboa (distrito) Portugal on Sunday, June 04, 2006
Bom, depois de taaaanto tempo sem notícias, vou contar a história dos últimos meses da vida deste livro:
Ao que parece, chegou ao MrAntipyrine que acabou por não lhe pegar e o acumulou a uma série de outros. Finalmente, passou-os à sininhu, a nossa fada dos pós mágicos, que pôs a caminho todos esses tais livros e...
Chegou-me na 6ª feira passada (mas só hoje, Domingo, aqui pude vir, sorry!), juntamente com outros dois também do tal "carregamento". Já comecei a ler um deles, este será o segundo.
Quando terminar dou notícias.

Journal Entry 25 by wingcontowing from Lisboa (city), Lisboa (distrito) Portugal on Friday, June 16, 2006
Bom... lamento mas acho que não me consigo expressar devidamente.
No entanto, depois de ler todos os restantes comentários, resta-me dizer que me identifiquei em pleno com as palavras d@ -BookHaven-.

Muito, muito obrigada, Travolta, por uma grande leitura.

E, entretanto, já seguiu hoje para o marconstantino.

Journal Entry 26 by marconstantino on Wednesday, June 21, 2006
Chegou:)
Obrigada conto e Travolta.

29/07
Desculpem a demora mas com as frequências e os exames não tenho tido muito tempo para ler. Vou tentar acabar o mais rapidamente possivel.

Journal Entry 27 by marconstantino on Thursday, August 03, 2006
A estória deste livro faz-me pensar no último episódio da excelente série Six Feet Under, cujo titulo era ‘Everyone's Waiting’ e no qual todos os personagens esperavam pela sua morte, tudo para nos lembrar da inevitabilidade da mesma. Nada podemos fazer… “You can run but you cannot hide”.
Neste livro Coetzee mostra a inevitabilidade da desgraça, onde os personagens aceitam as adversidades da vida quase sem as questionar, sem lhes fazer frente, resignam-se, adaptam-se… Provavelmente é o que fazemos todos na maioria das vezes, tudo porque mudar é o mais doloroso dos processos, já nos dizia, de uma forma bastante visceral, Tony Kushner na sua peça ‘Angels in Amrica’ adaptada para a televisão pela HBO:

“Com a tua experiência do mundo, como é que as pessoas mudam?
-Bom, tem algo a ver com Deus, por isso não é muito simpático, Deus começa por rasgar a pele com uma unha afiada, desde a garganta até ao umbigo e depois mete uma mão enorme e imunda lá dentro. Ele agarra os teus vasos sanguíneos e eles escorregam para escapar à Sua ira mas Ele insiste. Ele puxa e puxa até todas as tuas entranhas estarem expostas. E a dor…..nem sequer consegues falar sobre isso. E depois Ele volta a meter tudo lá dentro, sujo, amarrotado, revolto. Cabe a ti fazer os remendos….e levantar…e continuar a andar….É assim que as pessoas mudam.”

Por muito dolorosa que esta analogia de Kushner seja, não posso deixar de pensar que seria preferível passar por um atroz processo de mudança do que aceitar a desgraça de uma forma submissa e não lutar contra as contrariedades a que David e Lucy foram expostos. Mas, na medida em que a intenção de Coetzee não era tanto mostrar a faceta dolorosa da mudança, mas sim a forma como sempre temos que carregar o peso das nossas próprias escolhas, este é sem dúvida um excelente livro que deve ser saboreado com calma.


---------------------------------
Obrigada Travolta pela partilha.
Segue para a KiRSha assim que receber a morada.

Journal Entry 28 by KiRSha on Tuesday, August 08, 2006
Já chegou. Obrigada :))

Journal Entry 29 by KiRSha on Tuesday, September 19, 2006
Não conhecia nada deste autor e até gostei bastante do livro, quer pela história em si, quer pelo modo como está escrito.

Muito obrigada pela partilha :)

Segue assim que receber a morada da alentejana.

Journal Entry 30 by Alentejana from Mafra, Lisboa (distrito) Portugal on Tuesday, October 03, 2006
Chegou hoje! E cá está mais um nesta minha longa lista. Obrigado pela partilha, em especial Travolta e KiRSha. Boa semana de leituras para todos!


13 de Outubro
Gostei imenso deste livro, é de facto só o que quero acrescentar uma vez que todos os outros já foram muito explicítos e a minha opinião vaid e encontro a muitas outras. Copntactei o próximo e aguardo a resposta da morada.

Journal Entry 31 by Alentejana from Mafra, Lisboa (distrito) Portugal on Friday, November 03, 2006
Esperei 2 semanas para receber a morada de Moorea e até agora nada. Snif, snif :(
Vou contactar o próximo e esperar ser melhor sucedida.

Journal Entry 32 by SomethingSimple from Cascais, Lisboa (distrito) Portugal on Saturday, November 18, 2006
Chegou! Obrigado Travolta ;)

Journal Entry 33 by SomethingSimple from Cascais, Lisboa (distrito) Portugal on Friday, January 19, 2007
Gostei de ler este livro. A história e o próprio ambiente descrito são pesados, porém ficamos com uma noção aproximada da realidade social da África do Sul. Foi o primeiro livro que li do J. M. Coetzee e espero ler mais. Obrigado pela partilha Travolta. Aguardo a tua morada para te devolver o livro.

Journal Entry 34 by SomethingSimple from Cascais, Lisboa (distrito) Portugal on Monday, January 29, 2007
Acabo de o deixar nos Correios! Muito obrigado Travolta!

Journal Entry 35 by Travolta on Thursday, February 01, 2007
De volta a casa! Bem viajado e, espero que, apreciado!!! :)

Journal Entry 36 by Travolta at to a bookcrosser in sent by mail, A Bookring -- Controlled Releases on Tuesday, February 26, 2008

Released 11 yrs ago (2/26/2008 UTC) at to a bookcrosser in sent by mail, A Bookring -- Controlled Releases

WILD RELEASE NOTES:

RELEASE NOTES:

Enviado para a minabomb, para continuar o ring, entretanto, com mais participantes inscritos!

Faço notar que o livro já apresenta os efeitos do seu longo percurso. E, por essa razão, queria pedir cuidado redobrado com ele. :)

Espero que vá de encontro às vossas expectativas. Boas leituras!! ;)

Journal Entry 37 by minabomb from Estoril, Lisboa (distrito) Portugal on Saturday, March 01, 2008
Recebido ontem...e realmente vinha um pouco desgraçado com folhas soltas e afins. Decidi por um bocadinho de cola para também não perder nada.
Obrigado pela partilha. Vou tentar não demorar muito.

Journal Entry 38 by minabomb from Estoril, Lisboa (distrito) Portugal on Friday, March 21, 2008
Já li. Gostei mas não achei nada de extraordinário. Certos aspectos fizeram-me reflectir, mas mesmo assim achei que lhe faltava qualquer coisa, ou então falta-me qualquer coisa a mim para o compreender inteiramente.
No entanto achei-o muito bem escrito.
Irá seguir para o próximo BC assim que possível.
Obrigado pela partilha

Journal Entry 39 by eeeemaaaaaa on Tuesday, April 15, 2008
Recebi hoje obrigado Minabomb pelo envio e Travolta pela partilha, vou tentar ser breve mas não prometo :)

Journal Entry 40 by marialeitora from Vila Real, Vila Real Portugal on Tuesday, May 27, 2008
...e já cá chegou...Obrigada! Prometo ser breve

Journal Entry 41 by marialeitora from Vila Real, Vila Real Portugal on Thursday, May 29, 2008
Reparei agora que este livro faz parte da colecção da "Sábado"...como ando a fazê-la vou mandá-lo já para a irusdodot...

Journal Entry 42 by irus from Bragança, Bragança Portugal on Friday, June 06, 2008
Chegou! Não vou já pegar nele porque estou a ler, lentamente, um livro que queria acabar antes de pegar no próximo. Mas, como sou a última do bookring, penso que não haverá problema...

Journal Entry 43 by irus from Bragança, Bragança Portugal on Monday, June 23, 2008
Gostei muito!

Segue hoje para Tanea31

Journal Entry 44 by Tanea31 from Almada, Setúbal Portugal on Monday, June 30, 2008
Ja chegou. Obrigada :)

Journal Entry 45 by Tanea31 from Almada, Setúbal Portugal on Wednesday, August 06, 2008
Já muito se disse deste livro e eu não tenho muito a acrescentar. Está bem escrito de uma forma dura e crua assim como os temas que retrata.

vou contactar a próxima da lista.

Are you sure you want to delete this item? It cannot be undone.