1Q84 - Livro 1

by Haruki Murakami | Literature & Fiction |
ISBN: 9724620530 Global Overview for this book
Registered by joaquimponte of Lisboa - Lumiar , Lisboa (cidade) Portugal on 2/16/2016
Buy from one of these Booksellers:
Amazon.com | Amazon UK | Amazon CA | Amazon DE | Amazon FR | Amazon IT | Bol.com
2 journalers for this copy...
Journal Entry 1 by joaquimponte from Lisboa - Lumiar , Lisboa (cidade) Portugal on Tuesday, February 16, 2016
Aomame e Tengo, dois personagens, duas histórias paralelas que acontecem entre Abril e Junho de 1984. Aomame é uma mulher perto dos 30 anos de idade, professora de artes marciais e secretamente uma assassina. Tengo, um professor, também na casa dos 30 anos, que aspira a ser escritor. Assim, ele consegue uma oportunidade que muda a sua vida completamente.

Released 4 yrs ago (2/17/2016 UTC) at Conchas Little Free Library in Lisboa - Lumiar , Lisboa (cidade) Portugal

WILD RELEASE NOTES:

Olá a quem encontrou este livro,

Espero que gostes do conceito de BookCrossing. Espero também que possas fazer um comentário a este livro. Pode escolher entre permanecer anónimo ou registar-te no site (é isento de taxas e de spam!). Se decidires juntar-te, podes optar por indicar o meu nome como o membro que te recomendou, para que eu possa saber que ajudei alguém a tornar-se um entusiasta do BookCrossing.

Estás à vontade para leres este livro ao teu ritmo e sem pressas, ou para o passar a um amigo ou até para o "libertar ao vento" para que alguém o encontre. Se vieres a optar por te registar e comentares este livro, poderás ir tendo notícias dele enquanto viaja. Serás alertado/a por um email de cada vez que alguém fizer um novo comentário. Boas leituras!

Journal Entry 3 by Jota-P at Sacavém, Lisboa (distrito) Portugal on Thursday, February 18, 2016
Está comigo. Muito obrigado ao joaquimponte por ter "reservado" este(s) livro(s) para mim!

Journal Entry 4 by Jota-P at Sacavém, Lisboa (distrito) Portugal on Friday, August 03, 2018
E ao fim de tanto tempo (quem diria que já passaram 2 anos e meio desde que tenho estes livros na minha posse...?!), consegui ler o primeiro volume desta saga que, à medida que vamos avançando na leitura, se adivinha espantosa! Onde terá ido Murakami desencantar esta história? Confesso que não sou apreciador das suas histórias mais fantasiosas (Crónica do Pássaro de Corda, Kafka à Beira-Mar - este, aliás, terá sido o livro que menos gostei de todos os que li deste autor), preferindo aquelas que são mais realistas, ou seja, aquelas que não têm uma ambiência fantástica (Norwegin Wood, Sputnik Meu Amor, etc.), mas quem sabe, talvez a partir de agora abra uma excepção, pois com este primeiro volume de 1Q84 rendi-me um bocadinho a este estilo. Talvez a "culpa" seja da forma de escrever de Murakami. Ainda que também neste livro encontrei alguns "tiques" de estilo habituais de Murakami que me irritam um pouquinho (como por exemplo, a descrição exaustiva, mas irrevelevante, da roupa que uma determinada personagem está a usar em situações banais que nada acrescentam à história, ou a descrição exaustiva de como determinada personagem cozinhou um conjunto de ingredientes), a verdade é que esta é uma história propositadamente complexa. E, assim sendo, acabei por ficar verdadeiramente espantado com a minúcia com que Murakami engendrou a sua história e a forma como a narra, tornando tudo bastante vivo aos meus olhos.

Neste primeiro volume, somos apresentados às personagens maiores deste romance de grande fôlego. São elas Aomame e Tengo. Vamos lendo capítulos alternados sobre cada uma destas personagens e só ao fim de dois terços do livro é que temos a confirmação sobre o que as une. Se até aí ainda não perdemos a vontade de ler esta história, a partir desse momento ganhamos mais uma motivação para a continuar a ler.

Além disso, Murakami vai fazendo pequenos resumos da história nalguns momentos-chave, o que nos permitem "rever" tudo o que foi contado até ali, motivando-nos a continuar a leitura. Esses resumos ajudam-nos a não ficarmos perdidos numa história tão longa e complexa. Assim, vamos mergulhando lentamente na narrativa, saboreando-a, sem pressa de chegar ao fim. Fiquei surpreendido com este primeiro volume e fiquei cheio de vontade de ler os seguintes!

«Se for possível amar alguém apaixonadamente, mesmo que só uma pessoa, então a vida tem salvação.»

Are you sure you want to delete this item? It cannot be undone.