Morte na Pérsia

by Annemarie Schwarzenbach | Literature & Fiction |
ISBN: Global Overview for this book
Registered by wingcontowing of Lisboa (city), Lisboa (distrito) Portugal on 12/3/2015
Buy from one of these Booksellers:
Amazon.com | Amazon UK | Amazon CA | Amazon DE | Amazon FR | Amazon IT | Bol.com
This book is in the wild! This Book is Currently in the Wild!
3 journalers for this copy...
Journal Entry 1 by wingcontowing from Lisboa (city), Lisboa (distrito) Portugal on Thursday, December 03, 2015

Prefácio de Carlos Vaz Marques:
"Annemarie Schwarzenbach foi, durante meio século, um dos segredos mais bem guardados da literatura europeia. Não que lhe tenham faltado os encómios e a atenção de escritores ilustres. Roger Martin du Gard referiu‑se ao seu «belo rosto de anjo inconsolável»; Thomas Mann (cujos filhos foram, a certa altura, os amigos mais chegados de Annemarie) descreveu‑a como um «anjo devastado»; Carson McCullers, que lhe dedicou o romance Reflexos nuns Olhos de Oiro, confessou: «Assim que a vi soube que o seu rosto me perseguiria para toda a vida.»
É verdade que lhe é mais salientada a imagem perturbante, de uma beleza andrógina e icónica, do que a força literária. Nem poderia ser de outro modo, provavelmente. A obra de Annemarie Schwarzenbach — nascida em Zurique, em 1908 — é, em grande medida, tragicamente póstuma.
Só no final dos anos oitenta do século xx se iniciou o processo de redescoberta de uma figura que encarna, de forma ímpar, um certo mal‑estar europeu. Foi esse mal-estar que tornou Annemarie Schwarzenbach uma viajante incansável. Portugal seria um dos seus pontos de passagem e era o destino que tinha escolhido para se fixar, como repórter, em plena Segunda Guerra Mundial, na altura em que uma queda de bicicleta a vitimou, aos 34 anos.
Seria, no entanto, o Médio Oriente o cenário que ela haveria de eleger como território privilegiado para uma deambulação angustiada, em busca de qualquer coisa que não saberá nunca definir com exactidão. A dependência da morfina e uma identidade sexual em confronto com o seu tempo e com as normas sociais vigentes na alta sociedade
suíça, onde nasceu, talvez ajudem a compreender o grito de permanente aflição que — recorrendo ao subterfúgio da segunda pessoa do singular para falar de si própria — a leva a exclamar, neste livro: «quando começaste a respirar, não foi ar que inspiraste, mas solidão».
Morte na Pérsia, livro escrito na primeira metade dos anos 30 mas que se manteria inédito até 1995, é um relato de viagens como nenhum outro. Annemarie parte para tentar escapar à ascensão alarmante do nazismo na Europa mas também à família, à infelicidade amorosa e à sua própria depressão. Empreende assim uma viagem (como acontecerá nas que há‑de fazer ao Afeganistão, por exemplo) em que se depara com a impossibilidade radical de fugir de si mesma. É isso que a levará a escrever: «Atrás de mim, na parede que deixava ouvir tudo, o medo escondia‑se numa brecha escura.» As paisagens persas adquirem as tonalidades da melancolia e da angústia da escritora, numa associação entre o sujeito e o mundo que o rodeia que talvez só tenha paralelo nos versos célebres de Verlaine (Il pleure dans mon coeur / Comme il pleut sur la ville), encontrando na chuva sobre a cidade o eco do seu próprio choro. É esta viagem, simultaneamente por estrada e pelos atalhos mais recônditos da alma humana, que faz de Morte na Pérsia um livro comovente."

Li este livro há sensivelmente um ano, numa preparação literária para a minha passagem por aquele país. É um livro estranho, melancólico e angustiado, com paisagens lindas como pano de fundo.

Journal Entry 2 by wingcontowing at Lisboa (city), Lisboa (distrito) Portugal on Thursday, December 03, 2015

Released 3 yrs ago (12/4/2015 UTC) at Lisboa (city), Lisboa (distrito) Portugal

CONTROLLED RELEASE NOTES:




Espero que o natalinho seja o mais bem passado possível e que 2016 seja um ano repleto de boas leituras. Se este livrinho puder contribuir para esse objectivo... é a magia BC :))

Boas festas!

Journal Entry 3 by PaiNatal at Lisboa - City, Lisboa (cidade) Portugal on Friday, December 11, 2015
Um livro viajante em busca de um novo leitor. Quem será ele?

HO HO HO! Festas Felizes!

Journal Entry 4 by wingMarcendawing at Lisboa - City, Lisboa (cidade) Portugal on Monday, December 21, 2015
Óbalhamedeuzz, que delícia de presente! Tenho tanta curiosidade em conhecer esta autora! Muito obrigada, madrinha-Natal, fiquei mesmo feliz. Desejo-te tudinho de bom para 2016!

Journal Entry 5 by wingMarcendawing at Parede, Lisboa (distrito) Portugal on Wednesday, May 09, 2018
Fascinou-me mais a autora do que a sua escrita, embora tenha gostado do livro. Gostaria de saber mais sobre a vida desta mulher. O livro é triste, muito triste, e muito belo.

Journal Entry 6 by wingMarcendawing at Estação de Carcavelos in Parede, Lisboa (distrito) Portugal on Friday, May 11, 2018

Released 10 mos ago (5/11/2018 UTC) at Estação de Carcavelos in Parede, Lisboa (distrito) Portugal

WILD RELEASE NOTES:

Vou deixá-lo num banco da plataforma. Direcção Lisboa.

Are you sure you want to delete this item? It cannot be undone.