O Dia dos Prodigios

by Lídia Jorge | Literature & Fiction |
ISBN: Global Overview for this book
Registered by joaquimponte of Lisboa - Lumiar , Lisboa (cidade) Portugal on 10/3/2015
Buy from one of these Booksellers:
Amazon.com | Amazon UK | Amazon CA | Amazon DE | Amazon FR | Amazon IT | Bol.com
5 journalers for this copy...
Journal Entry 1 by joaquimponte from Lisboa - Lumiar , Lisboa (cidade) Portugal on Saturday, October 03, 2015
Sinopse Wook

Lídia Jorge nasceu em 1946 no Algarve. O Dia dos Prodígios, o seu primeiro romance, que constituiu um verdadeiro acontecimento no meio literário português, é uma alegoria ao país fechado que era Portugal durante a ditadura. Nele a autora vai buscar inspiração ao passado comum das mulheres mediterrânicas e da extremidade do mundo ocidental que é a sua terra. Lídia Jorge é uma das escritoras mais relevantes do actual panorama literário português e as suas obras encontram-se traduzidas em inglês, espanhol, alemão, italiano, francês, neerlandês grego, sueco e hebraico. "Lídia Jorge possui todo o passado poético, essencial, da sua língua. Mas igualmente toda a violência trágica que explode sob a intensidade do sol. É no Sul de Portugal que termina a Europa. Mas é também aí que ela começa." Pierre Léglise-Costa

Ed Dom Quixote ( Col Autores Lusofonos) 1995

Journal Entry 2 by joaquimponte at Lisboa - Lumiar , Lisboa (cidade) Portugal on Saturday, October 03, 2015

Released 4 yrs ago (10/3/2015 UTC) at Lisboa - Lumiar , Lisboa (cidade) Portugal

CONTROLLED RELEASE NOTES:

Enviado para ladylouve no contexto do meu RABCK d'O Chapéu Seleccionador, do mês de Outubro. Parabéns ( em duplicado :)

Journal Entry 3 by ladylouve at Lisboa - Benfica, Lisboa (cidade) Portugal on Friday, October 09, 2015
Acabou de chegar, muitos obrigadas! :)

Journal Entry 4 by ladylouve at Lisboa - Benfica, Lisboa (cidade) Portugal on Friday, February 19, 2016
Terminei ontem e sinto-me dividida em relação a ele. Por um lado, é valioso retrato da época e do local. Por outro, parece-me uma enumeração de vocabulário rebuscado e muito típico, sem grande conteúdo narrativo. Para mais, houve algumas coisas que me perturbaram, como a repetição de palavras e erros em enumerações.

Comentário: http://naomeapeteceestudar.blogspot.pt/2016/02/o-dia-dos-prodigios.html

Journal Entry 5 by ladylouve at Lisboa - Benfica, Lisboa (cidade) Portugal on Friday, March 11, 2016
Segue em BOOKRAY

Para o infinito e mais além!

Inscritos:

1. ichigochi
2. FallenAngels
3. irus
4. Jota-P

Journal Entry 6 by ladylouve at Lisboa - Benfica, Lisboa (cidade) Portugal on Tuesday, March 15, 2016
E vai começar o seu caminho!

Journal Entry 7 by ichigochi at Vila Nova de Gaia, Porto Portugal on Friday, March 18, 2016
Chegou ontem. Tenho um ring à frente mas vou tentar não demorar muito.

Obrigada pelo envio ladylouve (e obrigada por teres incluído o talão... afinal não era nada de importante mas assim tiraram-se as dúvidas :) )

Journal Entry 8 by ichigochi at Vila Nova de Gaia, Porto Portugal on Tuesday, April 19, 2016
Gostei de ler mas não é um livro fácil, que se possa ler de rajada (como me está a acontecer com a tetralogia das novelas napolitanas de Elena Ferrante, por exemplo).
Desta autora só tinha lido "A Costa dos Murmúrios", mas já foi há tanto tempo que nem me lembro se o estilo de escrita era semelhante. Lembro-me que o contexto da história era muito diferente deste e tenho a impressão que o contexto influenciou muito o estilo e o vocabulário deste livro em particular.

De qualquer maneira fiquei com vontade de ler mais livros da Lídia Jorge, desde que os vá intercalando com outros mais simples. :)


Obrigada pela partilha.
O livro já ficou no correio na sexta-feira passada, a caminho da FallenAngels.

Journal Entry 9 by FallenAngels at Parede, Lisboa (distrito) Portugal on Tuesday, April 19, 2016
Está comigo! Obrigada!!

Journal Entry 10 by FallenAngels at Parede, Lisboa (distrito) Portugal on Wednesday, September 07, 2016
Não sendo um linguagem muito fácil, pensei que a leitura se iria tornar enfadonha, mas tal não aconteceu. Tornou-se até poética. E sendo uma descrição de costumes de uma certa época atribulada deste nosso país, dei por mim a rir-me de certas situações.

Obrigada pela partilha.
Vai seguir para o jota-p, a irus pediu para passar à frente.

Journal Entry 11 by Jota-P at Sacavém, Lisboa (distrito) Portugal on Wednesday, September 21, 2016
O livro já chegou há uma semana, mas como estive de férias, não me foi possível vir aqui dizer mais cedo que ele está comigo.

Já vi este livro adaptado ao teatro, num espectáculo levado à cena no Teatro da Trindade há alguns anos. Na altura gostei, mas não achei de fácil compreensão. É, portanto, com alguma reticência pelo facto de os restantes leitores dizerem que não é um livro que se leia de rajada e cujo vocabulário é "difícil", mas é também com alguma curiosidade, que irei ler este livro!

Are you sure you want to delete this item? It cannot be undone.