Stoner

by John Williams | Literature & Fiction |
ISBN: Global Overview for this book
Registered by marialeitora of Vila Real, Vila Real Portugal on 1/18/2015
Buy from one of these Booksellers:
Amazon.com | Amazon UK | Amazon CA | Amazon DE | Amazon FR | Amazon IT | Bol.com
18 journalers for this copy...
Journal Entry 1 by marialeitora from Vila Real, Vila Real Portugal on Sunday, January 18, 2015
começa sem grande estardalhaço...conta a vida banal de um professor de Literatura a quem não acontece nada de especial...a história conta-se em duas linhas...mas depois temos pérolas como estas:

“Na biblioteca da universidade vagueava por entre as estantes, por entre os milhares de livros, inspirando o odor bafiento a couro, tecido e papel ressequidos como se fosse um exótico incenso. Por vezes parava, tirava um volume de uma prateleira e segurava-o um instante com as suas mão grandes, que eram tomadas por um formigueiro perante essa sensação ainda nova da lombada, de capa cartonada e das folhas de papel que se lhe ofereciam sem resistência. Depois, folheava o livro, lendo um parágrafo aqui e ali, os seus dedos hirtos virando as páginas cuidadosamente, com medo de, desajeitadas, rasgarem e destruírem aquilo que tinham descoberto com tanto esforço.”

“Por vezes, imerso nos seus livros, tomava consciência de tudo o que não sabia, que não lera, e a serenidade à qual aspirava estilhaçava-se, quando percebia o pouco tempo de que dispunha na vida para ler tanta coisa, para aprender o que queria.”
“Esse amor à literatura, à língua, aos mistérios da mente e do coração que se revelavam nas ínfimas, estranhas e inesperadas combinações de letras e palavras, na tinta mais negra e fria… esse amor que escondera como se fosse ilícito e perigoso começou ele então a mostrar, hesitantemente a princípio e depois com ousadia e, por fim, com orgulho.”

“(…) que a pessoa que amamos no início não é a mesma que amamos no fim, e que o amor não é uma meta mas sim um processo através do qual uma pessoa tenta conhecer outra.”

“As suas vidas tinham sido gastas numa labuta sem alegria, as suas vontades domadas, as suas inteligências embotadas. Agora, estavam na terra à qual haviam dado a vida e, lentamente, ano após ano, a terra tomá-los-ia.”

e ficamos arrebatados!
Um livro a não perder!

e aqui vai um ring:
Pequete
-Irus
-Ladylove
-Baiia
-Cometa
-conto
- Kizmiaz
-Árvores
-ichigochi
-Pierrot-Moon
-FallenAngels
-Dangerouswoman
-Cokas
-Maria-Nunes
-fungaga
-Janeka
.JotaP

Journal Entry 2 by Pequete at Bragança, Bragança Portugal on Friday, January 23, 2015
Já chegou! Obrigada, marialeitora, julgo que não demorará muito até voltar a dar notícias, porque li o 1º capítulo online e fiquei logo agarrada.

Journal Entry 3 by Pequete at Bragança, Bragança Portugal on Thursday, January 29, 2015
Ia começar esta JE escrevendo como gostei tanto de ler este livro, apesar de ser triste, mas depois percebi que não, que este não é um livro triste, e substituí mentalmente o adjectivo por melancólico, mas também não está bem. O livro conta a história de uma vida que, à partida, não deveria ser suficientemente interessante para nos agarrar da maneira que agarra. Mas, oh, se agarra! O rapaz rude e aparentemente apático que cresce numa quinta, é mandado pelos pais para a faculdade, para estudar agronomia, e descobre, sem saber como, que se apaixonou pela literatura é certamente um herói improvável. Mas o desenrolar da sua vida, as descrições das aulas, da vida da universidade e das guerras que se vão desenrolando lá fora (e também dentro), sem estardalhaços nem grandes acontecimentos fazem, estranhamente, as folhas deste livro voar. Acho que aquilo que mais gostei no livro, para além de algumas passagens em que se falava especificamente de livros, e de estar muito bem escrito, foi do facto de ser uma história da vida como ela é, e de como uma sequência de aparentes banalidades, pode, no seu conjunto ser tão especial. Muito obrigada, marialeitora, por mais este belo ring.
Vai seguir para a irus assim que conseguir estar com ela.

Journal Entry 4 by Pequete at Bragança, Bragança Portugal on Friday, January 30, 2015
Enviado hoje à irus, por mensageiro especial.

Journal Entry 5 by irus at Bragança, Bragança Portugal on Sunday, February 01, 2015
Chegou na sexta, por mãos de mensageiro, mas esqueci-me de vir logo dar conta da chegada.
Obrigada.

Journal Entry 6 by irus at Bragança, Bragança Portugal on Wednesday, February 11, 2015
Não sei se tenho mais a acrescentar àquilo que a Pequete já disse. O livro conta a história de alguém que não teve uma vida notável e poucos pegadas deixou no mundo.
Uma vida apagada que é resumida logo na primeira página "Os colegas de Stoner, que não lhe tinham uma estima por aí além quando era vivo, raramente falam dele agora; para os mais velhos, o nome é um lembrete do fim que os espera a todos e, para os mais jovens, é um mero som que não evoca qualquer noção do passado nem qualquer sentimento de identificação quer em termos pessoais, quer em termos de carreira".

No entanto, a aparente banalidade é marcada tanto pelo amor que Stoner tem pela literatura e, a certa altura, pelo ensino, como pelos episódios da sua via pessoal, quase sempre infelizes. Às vezes, durante a leitura, irritava-me com Stoner, pela sua forma de estar, pouco lutadora, que fazia com que aceitasse tudo com um encolher de ombros.
Mesmo assim não conseguia abandonar o livro e todos os seus personagens, tão marcantes.

Um belo livro, sem dúvida. Obrigada marialeitora, por teres “forçado” a inscrição no ring. Vou contactar a ladylouve, para lhe passar o livro,

Journal Entry 7 by ladylouve at Lisboa - Benfica, Lisboa (cidade) Portugal on Wednesday, February 18, 2015
Chegou a mim um pouco mais rápido do que estava à espera, hehehe

Vou tentar ser breve na leitura. ;)

Obrigada, pelo empréstimo e pelo envio!

Journal Entry 8 by ladylouve at Lisboa - Benfica, Lisboa (cidade) Portugal on Thursday, February 26, 2015
Logo desde a primeira frase, este livro agarrou-me e nunca mais me largou. Tanto que até o comprei para oferecer a um amigo. ;)

É uma história maravilhosa e ganhei realmente um apego muito grande ao Stoner. As descrições da vida na faculdade deram-me vontade de voltar a estudar. Tirar um mestrado, ou isso. :p

Comentário mais detalhado: http://naomeapeteceestudar.blogspot.pt/2015/02/stoner.html

Agora vai viajar mais um pouco. Um livro que merece realmente ser lido!

Journal Entry 9 by ladylouve at Lisboa - Benfica, Lisboa (cidade) Portugal on Tuesday, March 03, 2015

Released 4 yrs ago (3/3/2015 UTC) at Lisboa - Benfica, Lisboa (cidade) Portugal

CONTROLLED RELEASE NOTES:

Hoje seguiu caminho para seu próximo destinatário. Boa viagem! :)

Journal Entry 10 by Baiia at Lisboa - City, Lisboa (cidade) Portugal on Thursday, March 05, 2015
Já chegou! Espero ser breve, estou muito curiosa. Obrigada ladylouve pelo envio e marialeitora pela partilha.

Journal Entry 11 by Baiia at Lisboa - City, Lisboa (cidade) Portugal on Friday, March 20, 2015
Já terminei. O livro prendeu-me porque é um banho de realidade, de uma vida que parece tão assim-assim e que na verdade fascina por isso mesmo, porque a vida das pessoas de verdade às vezes é assim. A escrita é muito boa, transmite muito bem paixão pela literatura e pela universidade.
Segue a caminho da cometa quando conseguir ir aos correios. Obrigada marialeitora por esta oportunidade.

Journal Entry 12 by Baiia at Lisboa - City, Lisboa (cidade) Portugal on Tuesday, April 07, 2015
Segue hoje para a cometa!

Journal Entry 13 by cometa54 at Setúbal, Setúbal Portugal on Friday, April 10, 2015
Boa surpresa logo pela manhã. Fui ao café e lá estava o livro à minha espera. Até tinha chegado ontem mas o sr. esqueceu-se de mo entregar. Melhor! Assim deu para me sentar lá e começar a lê-lo ( o que não daria para fazer ontem).
Obrigada marialeitora e Baiia.

Journal Entry 14 by wingcontowing at Lisboa (city), Lisboa (distrito) Portugal on Tuesday, April 28, 2015


Chegou!
(e em tão boa companhia, rais' parta a maria cometa, que até merecia... não digo!)

Acabo hoje o que tenho em mãos e começo já este.
Ansiosa e expectante!

Journal Entry 15 by cometa54 at Setúbal, Setúbal Portugal on Friday, May 01, 2015
Gostaria de ter escrito tudo o que a Pequete diz. Também não achei nem triste, nem melancólico.Só acrescento uma ideia. Talvez o escritor consiga dar um ritmo à narrativa que 'encaixa' em toda a vida de Stoner e daí as primeiras sensações que temos? Quantas vidas, repletas de banalidades, não existirão? Mas dessas, quantas poderão ser interessantes?
Williams fá-lo e muito bem.
Belo livro.
Obrigada pelo ring, maria.

Nota: enviei mas esqueci-me de fazer a je. Já está.

Journal Entry 16 by wingcontowing at Lisboa (city), Lisboa (distrito) Portugal on Monday, May 04, 2015

Há já muito tempo que não me sucedia ficar acordada madrugada fora até acabar um livro. Menos ainda depois de uns dias seguidos de trabalho fisicamente extenuante (ou se calhar foi por isso mesmo, faltava a parte mental para ficar pronta para um sono reparador)!

Achei este livro francamente excepcional de tão bem escrito.

Há um protagonista e o livro descreve a sua vida, quase banal não fossem algumas paixões que vive intensamente mas com uma naturalidade que nos leva a vê-lo como aceitando o que lhe sucede sem que intervenha. Parece tratar-se de um homem que não sabe ou não consegue reagir à vida e no entanto ele age em momentos cruciais, quando muda de curso, quando decide não regressar à quinta, quando requer ser apresentado a Edith e fica a conversar com ela, quando procura e quando não procura Katherine, enfim... Mas a escrita induz-nos a ver como protagonista a vida e Stoner como mera casca de noz que segue a corrente, silenciosamente.
Há também outros personagens tão fortes quanto Stoner, mas acho que o que mais me prendeu foram os espaços entre eles, os silêncios, o que não é dito.

Muito obrigada, marialeitora. Podes continuar a fazer-me ler livros assim, à vontade! :)

Segue para o próximo breve, breve.

Journal Entry 17 by kizmiaz at Belém , Lisboa (cidade) Portugal on Tuesday, May 05, 2015
Eu não era o próximo, mas agora sou.
Está comigo e vai ser lido em breve.

Journal Entry 18 by kizmiaz at Belém , Lisboa (cidade) Portugal on Friday, May 08, 2015
Há alguns anos que andava para ler este livro e ainda bem que o fiz.
Uma escrita prosaica que serve perfeitamente a história que se conta neste livro e essa é a de William Stoner, um homem por quem a vida passa sem que ele mesmo se aperceba.
Há bastante melancolia na forma como se conta esta história (embora não seja uma história melancólica) e a tristeza com que vamos acompanhando a vida de Stoner é maior do que a da própria personagem e envolve-nos até às derradeiras palavras da última página. Mas não é só um livro triste, também é a história de um homem que foi aquilo que desejou e que se dedicou de corpo e alma a isso. É também um livro que faz sentir como a vida é fugaz.
Parece que todas as decisões importantes da vida de Stoner são tomadas por outra pessoa que não ele e apenas os momentos com Katherine parecem ser uma escolha verdadeiramente sua. Mas Stoner não é infeliz com as escolhas que os outros vão fazendo por ele, só não é feliz.
Por vezes a escrita fez-me lembrar Henry James e também um pouco de Colm Tóibín, principalmente as descrições.
Um livro muito bom que recomendo.

Journal Entry 19 by wingArvoreswing at Viana do Castelo, Viana do Castelo Portugal on Tuesday, June 02, 2015
Chegou hoje!
Gostava que a vida me desse o tempo e energia necessários para ler este livro de uma assentada. JÁ!
Enfim...

Obrigado pela partilha.

Journal Entry 20 by wingArvoreswing at Viana do Castelo, Viana do Castelo Portugal on Saturday, June 27, 2015
De facto, às primeiras páginas, poderíamos pensar tratar-se de uma balada triste, esta vida que vai decorrendo sem honras de estrela. Porém, não lhe senti a tristeza. Senti a lucidez, a compaixão, inocência, força de carácter de Stoner. A escrita despretensiosa de John Williams faz-nos entrar na vida deste personagem com avidez.

"Estavas à espera de quê?!" é, quanto a mim, a frase que mais faz pensar e que melhor define este livro. Tudo depende da expectativa e do olhar que temos sobre a vida (e morte). Stoner soube aceitá-la como ela era, com maturidade, com a tal compaixão e lucidez que quase nenhum de nós, de verdade, consegue. Estando convencidos de que as nossas vidas são especiais, permitimo-nos uma certa soberba. No entanto, todas as nossas vidas são banalíssimas. É essa tomada de consciência que nos abala durante esta leitura, e talvez daí venha a sensação de tristeza. Quanto a mim, ela não pertence a Stoner, seguramente.

John Williams consegue descrever o meio académico com detalhes que, por vezes, me despertaram alguma irritação, de tão reais. Mea culpa!
Muito boa experiência de leitura.
Grato pela partilha.
Vai seguir para a ichigochi logo que possível.
Abraços.

Journal Entry 21 by wingArvoreswing at Viana do Castelo, Viana do Castelo Portugal on Friday, July 03, 2015
Enviado para a ichigochi, ontem, dia 2 de Julho.

Journal Entry 22 by ichigochi at Vila Nova de Gaia, Porto Portugal on Tuesday, July 07, 2015
Chegou ontem.
Obrigada à marialeitora pela partilha e ao Árvores pelo envio. :)

Journal Entry 23 by ichigochi at Vila Nova de Gaia, Porto Portugal on Saturday, August 15, 2015
O livro já está lido há algum tempo mas estava à espera de o fazer seguir viagem para vir aqui escrever a JE. Depois de alguns desencontros devidos a férias, finalmente ficou ontem no correio com destino à Pierrot-Moon.

Em relação ao livro, já disseram tudo. A vida de Stoner pode ser resumida naquele primeiro parágrafo mas o autor conseguiu transformá-la num livro cativante que nos agarra da primeira à última linha.

Obrigada pela partilha, marialeitora.
É um livro que merece mesmo ser "disseminado". :)

Journal Entry 24 by Pierrot-Moon at Lisboa - City, Lisboa (cidade) Portugal on Tuesday, August 18, 2015
Acabadinho de chegar. :) Obrigada, ichigochi!

Journal Entry 25 by Pierrot-Moon at Lisboa - City, Lisboa (cidade) Portugal on Monday, September 14, 2015

Released 3 yrs ago (9/14/2015 UTC) at Lisboa - City, Lisboa (cidade) Portugal

CONTROLLED RELEASE NOTES:

Obrigada, marialeitora pela partilha do livro que me proporcionou uma óptima companhia.

Muito bom, não só o livro, como também os vosso comentários e, por isso, nem preciso de dizer mais nada.

Agora, segue viagem até próxima da lista: FallenAngels.

Journal Entry 26 by FallenAngels at Parede, Lisboa (distrito) Portugal on Tuesday, September 22, 2015
Está comigo! Obrigada!!

Journal Entry 27 by FallenAngels at Parede, Lisboa (distrito) Portugal on Thursday, November 26, 2015
Com uma linguagem tão simples e centrando-se num personagem que até poderia roçar o bocejo, como se consegue uma obra-prima?? Por todas as razões que já foram descritas. De como não é necessário grandes palavras ou vidas tão vividas para se conseguir um excelente livro, e isso faz de John Williams um mestre!

Obrigada pela partilha...e desculpa a demora, entre o tempo que o retive e o outro que o site teima em não funcionar, finalmente vai seguir para a DangerousWoman.

Journal Entry 28 by Dangerouswoman at Matosinhos, Porto Portugal on Wednesday, December 02, 2015
Já chegou á inbicta.
Vou tentar não demorar muito.

Journal Entry 29 by Dangerouswoman at Matosinhos, Porto Portugal on Wednesday, February 03, 2016
Foi um livro dificil de ler por um lado devido á sua monotonia de acção e á época em si mas por outro foi interessante conhecer uma pessoa tão apaixonada pela Literatura e pelo seu trabalho em prol dos outros .

Journal Entry 30 by Dangerouswoman at Matosinhos, Porto Portugal on Friday, February 05, 2016
Dentro em breve seguirá viagem para a Maria-Nunes

Journal Entry 31 by Maria-Nunes at Lisboa - City, Lisboa (cidade) Portugal on Wednesday, March 30, 2016
chegou!
obrigada. A começar a ler já :-)

Journal Entry 32 by Maria-Nunes at Lisboa - City, Lisboa (cidade) Portugal on Monday, April 04, 2016
Foi realmente um dos melhores livros que li até hoje.
Descobri-o aqui no Forum do BC :-D
Muito obrigada marialeitora!

aguardo morada para o fazer seguir para outr@ BCer.

Journal Entry 33 by Cokas at Almada, Setúbal Portugal on Sunday, April 10, 2016

Recebido! Estou muito curiosa por causa dos vossos comentários.
Obrigada, Maria-Nunes, pelo envio rápido.

Journal Entry 34 by Cokas at Almada, Setúbal Portugal on Monday, May 30, 2016
Este é um livro que se lê de um fôlego apesar da personagem principal, William Stoner, ser um homem comum, com uma família humilde e uma vida simples; um homem com pouca ou nenhuma ambição, cuja caminhada de vida vai sendo traçada pelas oportunidades que lhe vão surgindo. As restantes personagens, algumas um pouco mais interessantes do ponto de vista literário, também são cinzentas.


Stoner remeteu-me para um certo género norte-americano de escrita depurada, com muitas falas e que não se perde em grandes reflexões; talvez por isso, transportou-me em velocidade animada pelos vários capítulos. Das suas cerca de 260 páginas, apenas retive 2 frases:

«Encarava a vida com paciência, como se fosse uma longa etapa que tivesse de suportar.» (pág. 8) e «A pessoa que amamos no início não é a mesma que amamos no fim.» (pág. 178)

Gostei da leitura mas não creio que seja um livro "quase perfeito", como se pode ler na capa. É um livro triste, com uma história triste, com personagens tristes, com um final triste. Se fosse um bocadinho menos triste, podia ser um "fado" ;)

Seguiu hoje, 31 de maio, para a fungaga.

Obrigada, marialeitora, por esta oportunidade de leitura.


Journal Entry 35 by fungaga at Lisboa - City, Lisboa (cidade) Portugal on Thursday, June 09, 2016
Já chegou, obrigada Cokas.

Journal Entry 36 by fungaga at Lisboa - City, Lisboa (cidade) Portugal on Tuesday, June 28, 2016
Obrigada pela partilha. O livro tem algo de romance histórico que me agradou, assim como o facto de nenhuma das personagens ser particularmente simpática ou apelativa. Não deixa, apesar de tudo, de ter uma mensagem subliminar de esperança nas boas ações humanas, o que é interessante. Também gostei do retrato do meio académico.

Journal Entry 37 by Janeka at Turquel, Leiria Portugal on Monday, August 22, 2016
Este livro já está comigo, estou tão entusiasmada! :)

Journal Entry 38 by Jota-P at Sacavém, Lisboa (distrito) Portugal on Wednesday, October 12, 2016
Recebido ontem! Já comecei a ler! Obrigado à pelo envio!

Journal Entry 39 by Jota-P at Sacavém, Lisboa (distrito) Portugal on Friday, November 04, 2016
Acabei de ler este livro há já alguns dias, mas fui-me esquecendo de vir aqui escrever um comentário.

Devo começar por dizer que, não sei porquê, pensei inicialmente que se tratava de um livro de não-ficção (nem os comentários dos leitores anteriores me tiraram essa ideia!) e, por isso, foi com alguma perplexidade que iniciei esta leitura. E o início da história cativou-me bastante, como creio que cativou a grande maioria dos leitores anteriores. No entanto, passado o primeiro terço do livro, o meu entusiasmo esmoreceu um pouco, talvez porque não andasse com a disponibilidade mental necessária para este tipo de leituras.

Em todo o caso, gostei muito . Apesar de esta história aparentar ser simples, não creio que de facto o seja. Prova disso é a forma como o autor consegue definir com uma subtileza impressionante as personagens que gravitam em torno de Stoner através de actos e atitudes. São mais os oponentes que os coadjuvantes nesta história que já foi anteriormente apelidada de "triste" e "melancólica". Caramba, por que será que tanta gente quer minar a vida de Stoner, um pobre "diabo" que não fez mal a ninguém, mas que parece não estar destinado a ser feliz? É a mulher, qual dona de casa desesperada presa a um matrimónio que aceitou, mas que desde o início se previa que não a iria fazer feliz. É o chefe de departamento de Inglês da Universidade em que Stoner lecciona que, por despeito, se opõe à progressão da sua carreira. Enfim, a determinada altura as hipóteses de qualquer redenção parecem-nos nulas. Mas o que torna este livro tão bom, na minha opinião, acaba mesmo por ser o facto de a vida de Stoner ser banalíssima. Não há artifícios narrativos, não há grandes mistérios a desvendar, não há grandes revelações a serem feitas. Mas não deixa de ser uma história bem contada e, ao fim e ao cabo, isso é que interessa.

Obrigado à marialeitora por me ter dado a oportunidade de ler este livro. Seguirá em breve de volta a casa!

Journal Entry 40 by marialeitora at Vila Real, Vila Real Portugal on Friday, November 11, 2016
e voltou a casa cheio de histórias para contar...e muito satisfeito por ter agrado a tanta gente! :)

e eu também....

Are you sure you want to delete this item? It cannot be undone.