Na Rua das Lojas Escuras

by Patrick Modiano | Literature & Fiction |
ISBN: 9789727084425 Global Overview for this book
Registered by ichigochi of Vila Nova de Gaia, Porto Portugal on 11/18/2014
Buy from one of these Booksellers:
Amazon.com | Amazon UK | Amazon CA | Amazon DE | Amazon FR | Amazon IT | Bol.com
7 journalers for this copy...
Journal Entry 1 by ichigochi from Vila Nova de Gaia, Porto Portugal on Tuesday, November 18, 2014
"Deu-se então em mim uma espécie de estalido. O panorama que se avistava daquele quarto provocava-me um sentimento de inquietação, uma apreensão que eu já conhecera. Aquelas fachadas, aquela rua deserta, aquelas silhuetas de sentinela no crepúsculo perturbavam-me à maneira insidiosa de um perfume ou de uma canção outrora familiares. E tive a certeza de que muitas vezes, àquela mesma hora, ficava ali, imóvel, à espreita, sem fazer o mínimo gesto, sem ousar sequer acender a luz. Quando tornei a entrar na sala, julguei que já não havia lá ninguém, mas afinal estava a dona da casa estendida no banco de veludo. Dormia. Aproximei-me silenciosamente e sentei-me na outra ponta do banco. Uma bandeja com um bule e duas chávenas, no meio do tapete de lã branca. Tossi um pouco. Ela não acordou. Então, deitei chá nas duas chávenas. Estava frio."

Journal Entry 2 by ichigochi at Vila Nova de Gaia, Porto Portugal on Tuesday, November 18, 2014
Só tinha lido um outro livro de Patrick Modiano: "Dora Bruder". Os dois têm em comum tratar da reconstituição da vida de alguém, muitos anos depois dos acontecimentos, que têm como pano de fundo a Paris ocupada da Segunda Guerra Mundial.
A diferença é que, enquanto em "Dora Bruder" é o autor que tenta reconstituir a história duma rapariga judia, que terá acabado por desaparecer num campo de concentração, neste "Na Rua das Lojas Escuras", há um narrador amnésico que investiga o seu próprio passado e tenta descobrir quem foi.
Talvez esta temática seja recorrente nas obras do escritor já que foi mencionada aquando da atribuição do prémio Nobel: "for the art of memory with which he has evoked the most ungraspable human destinies and uncovered the life-world of the occupation".

Gostei do livro, embora a história nunca chegue a ficar completa e as questões do narrador não cheguem a ser todas respondidas. Há um tom melancólico que perpassa do texto e alguma tristeza pelo pouco que nos é dado perceber do que aconteceu. Deixa-nos também a pensar sobre o que fica de nós, depois de passarmos...

"Uma rapariguinha regressa da praia, com a mãe, ao fim da tarde. Chora sem motivo, ou porque queria continuar a brincar. Afasta-se. Já dobrou a esquina da rua — e não se dissiparão, ao anoitecer, as nossas vidas, tão depressa como aquele gesto de criança?"

Journal Entry 3 by ichigochi at Vila Nova de Gaia, Porto Portugal on Tuesday, December 02, 2014
Vai viajar em BookRing.
Já ficou ontem no correio, a caminho da ladylouve.

Lista de inscritos:
-ladylouve
-cometa54
-awryn
-MargaridaB
-Janeka
-joaquimponte
...

Boa leitura para todos!

Journal Entry 4 by ladylouve at Lisboa - Benfica, Lisboa (cidade) Portugal on Wednesday, December 03, 2014
Estava hoje na caixa do correio, chegou num instante!

Obrigada, irei lê-lo de seguida :)

Journal Entry 5 by ladylouve at Lisboa - Benfica, Lisboa (cidade) Portugal on Friday, December 05, 2014
Li-o num piscar de olhos, gostei bastante.

O meu comentário: http://naomeapeteceestudar.blogspot.pt/2014/12/na-rua-das-lojas-escuras.html

Irei agora contactar a cometa, mas o livro só pode seguir depois do feriado ;)

Journal Entry 6 by ladylouve at Lisboa - Benfica, Lisboa (cidade) Portugal on Tuesday, December 09, 2014

Released 4 yrs ago (12/9/2014 UTC) at Lisboa - Benfica, Lisboa (cidade) Portugal

CONTROLLED RELEASE NOTES:

Enviando para um corpo celeste ;)

Journal Entry 7 by cometa54 at Setúbal, Setúbal Portugal on Tuesday, January 06, 2015
E o 'corpo celeste' que já o leu, muito obrigada ichi, já contactou o seguinte inscrito. Como não respondeu, vou tentar a MargaridaB.

Então já tinha lido "Dora Bruder". E gostado imenso.
Também gostei deste, um bocadinho menos.
Mas gosto do estilo, da tal temática recorrente e vale a pena, sim.

Journal Entry 8 by MargaridaB at Costa da Caparica, Setúbal Portugal on Monday, January 12, 2015
Chegou hoje!
Vou começar a ler :)

Journal Entry 9 by MargaridaB at Costa da Caparica, Setúbal Portugal on Tuesday, January 13, 2015
Não posso dizer que tenha gostado deste livro. Não me envolvi com a história. Estava bastante curiosa para o ler mas fiquei um pouco desiludida.
No entanto foi bom para conhecer a escrita de Patrick Modiano :)

Obrigada pela partilha ichigochi. O livro segue para a Janeka, assim que tiver a morada!

Journal Entry 10 by MargaridaB at Costa da Caparica, Setúbal Portugal on Monday, January 19, 2015
Seguiu hoje para a Janeka!

Journal Entry 11 by Janeka at Vila Real, Vila Real Portugal on Monday, January 26, 2015
O livro já está comigo, obrigada!

Journal Entry 12 by Janeka at Vila Real, Vila Real Portugal on Monday, February 16, 2015
Gostei muito da premissa, da escrita, e da evolução da história.. mas aquele final em aberto deixou-me um bocado frustrada, queria mais :)
Foi a minha estreia com o autor, e quero conhecer mais a obra dele.

Obrigada pela partilha, ichigochi!
O livro seguiu hoje para joaquimponte.

Journal Entry 13 by joaquimponte at Lisboa - Lumiar , Lisboa (cidade) Portugal on Thursday, February 19, 2015
Aqui esta o livro, neste belo dia de primavera em Lisboa. É também a minha estreia com Modiano. Como vou agora de férias devo levá-lo comigo o que talvez atrase um pouco o regresso a casa- Obrigado ichigochi

Journal Entry 14 by joaquimponte at Lisboa - Lumiar , Lisboa (cidade) Portugal on Wednesday, March 04, 2015

Um homem à procura de si próprio, um tom nostálgico, pessimista e triste , mas tocante porque é feito de momentos concretos, olhares fugazes, sensações inesperadas trazidas por um lugar, um som, uma frase ouvida ao longe, quase schopenhauriano.

Uma escrita sedutora, que mal se consegue agarrar pois logo que nos encanta foge de nós. Inconclusivo talvez , ao deixar que a vida seja como uma brincadeira, algo absurda, sem um fio condutor, que logo desaparece ao redor de uma esquina.

Mas ao mesmo tempo, nesta procura de si próprio, se revela como os momentos fortes, de vida, são como farrapos de nevoeiro, curtos e fragmentados, apenas momentos, como este agora em que o acabei de ler e lanço esta escrita ao ar: A vida são curtos momentos fragmentados, " a maioria dos quais nem em vida têm mais consistência que um vapor que nunca se condensará ". Creio que a mensagem é a de que é no presente de cada encontro, olhar, é na atenção que damos ou não damos as coisas que surge a memoria de uma vida e que por isso ela é algo como : " uma impressão que nos atravessa, fugaz, semelhante aqueles fragmentos fugidios que tentamos agarrar quando despertamos, para reconstruir o sonho inteiro ".

Gostei e inquietei-me e fiquei a pensar nesses meus momentos " a que não dou a atenção nem o sentimento que permite transformá-los em vida " e porque fiquei com vontade de continuar a ler Modiano. Acho que ele devia continuar esta história.

Mesmo se esta leitura nos deixa um sabor indefinivel , algo mais para o amargo...

E vai viajar para a awryn ( que saltou a sua vez na sequencia). Obrigado ichigochi.

Journal Entry 15 by awryn at Lisboa - Anjos, Lisboa (cidade) Portugal on Friday, March 13, 2015
ja chegou.obrigada.

Journal Entry 16 by awryn at Lisboa - Anjos, Lisboa (cidade) Portugal on Friday, March 20, 2015
Tinha curiosidade com o autor, mas as minhas expectativas sairam um pouco defraudas.Nao achei a historia muito envolvente e em termos literarios tambem nao me apaixonou.
segue para o proximo que nao sei bem quem é.......lol

Are you sure you want to delete this item? It cannot be undone.