As cidades invisíveis

Registered by wingcontowing of Lisboa (city), Lisboa (distrito) Portugal on 7/11/2014
Buy from one of these Booksellers:
Amazon.com | Amazon UK | Amazon CA | Amazon DE | Amazon FR | Amazon IT | Bol.com
This book is in a Controlled Release! This book is in a Controlled Release!
2 journalers for this copy...
Journal Entry 1 by wingcontowing from Lisboa (city), Lisboa (distrito) Portugal on Friday, July 11, 2014

Um livro da extensa e íngreme TBR a que chegarei um dia, talvez, quem sabe. :)

Entretanto vai ao norte passear-se por outras estantes, quem sabe ganhar um pó mais sadio, menos poluído. Sem pressas, pois não conto pegar-lhe tão cedo.

Journal Entry 2 by irus at Bragança, Bragança Portugal on Tuesday, July 15, 2014
As cidades chegaram ao campo. Vão ter de esperar, porque têm, pelo menos, uns 4 livros à sua frente. Ficarão ali quietinhas, até chegar a sua vez.
Obrigada.

Journal Entry 3 by irus at Bragança, Bragança Portugal on Thursday, September 18, 2014
É um livro invulgar, feito de relatos curtos que Marco Polo vai transmitindo ao Imperador Kublai Kan, sobre as cidades que viu, mais imaginadas do que reais. Cidades subterrâneas, cidades feitas de fontes e quedas de água, cidades imutáveis e outras em constante transformação. Cidades invulgares e outras iguais a muitas mais, com as suas ruas estreitas, mercados de tecidos e especiarias, becos e praças. Pelo meio há uns diálogos muito interessantes entre os dois homens, únicos personagens do livro para além das cidades.

Gostei mesmo muito de viajar por estas cidades, gostava que fossem mais reais do que as cidades do mundo de hoje, cada vez mais semelhantes entre si.

De uma aldeia transmontana, o livro regressa a ares mais cosmopolitas.

Journal Entry 4 by wingcontowing at Lisboa (city), Lisboa (distrito) Portugal on Thursday, December 31, 2015

Francamente não me convence, ainda que tenha algumas passagens muito boas, especialmente nos diálogos entre Marco Polo e Kublai Kan. E algumas das cidades imaginadas são tão apelativas que apetece que existam para as podermos ir visitar e, quem sabe, habitar. Mas não chega (ou melhor, para mim não chegou) e creio que apenas o terminei por ser curto e por o ter usado para passar o tempo em filas intermináveis.

Journal Entry 5 by wingcontowing at Lisboa (city), Lisboa (distrito) Portugal on Thursday, January 07, 2016

Released 3 yrs ago (1/8/2016 UTC) at Lisboa (city), Lisboa (distrito) Portugal

CONTROLLED RELEASE NOTES:



Mais um livro que vai ser remetido, por sugestão da Baiia, ao projecto de criação de uma biblioteca na nova sede da Associação Amanhecer Esperança que, espero, será um sucesso.

Are you sure you want to delete this item? It cannot be undone.