A Rapariga Que Roubava Livros

by Markus Zusak | Literature & Fiction |
ISBN: 9789722339070 Global Overview for this book
Registered by catiaborboleta of Setúbal, Setúbal Portugal on 7/30/2012
Buy from one of these Booksellers:
Amazon.com | Amazon UK | Amazon CA | Amazon DE | Amazon FR | Amazon IT | Bol.com
9 journalers for this copy...
Journal Entry 1 by catiaborboleta from Setúbal, Setúbal Portugal on Monday, July 30, 2012
Quando a morte nos conta uma história temos todo o interesse em escutá-la. Assumindo o papel de narrador em A Rapariga Que Roubava Livros, vamos ao seu encontro na Alemanha, por ocasião da segunda guerra mundial, onde ela tem uma função muito activa na recolha de almas vítimas do conflito. E é por esta altura que se cruza pela segunda vez com Liesel, uma menina de nove anos de idade, entregue para adopção, que já tinha passado pelos olhos da morte no funeral do seu pequeno irmão. Foi aí que Liesel roubou o seu primeiro livro, o primeiro de muitos pelos quais se apaixonará e que a ajudarão a superar as dificuldades da vida, dando um sentido à sua existência. Quando o roubou, ainda não sabia ler, será com a ajuda do seu pai, um perfeito intérprete de acordeão que passará a saber percorrer o caminho das letras, exorcizando fantasmas do passado. Ao longo dos anos, Liesel continuará a dedicar-se à prática de roubar livros e a encontrar-se com a morte, que irá sempre utilizar um registo pouco sentimental embora humano e poético, atraindo a atenção de quem a lê para cada frase, cada sentido, cada palavra. Um livro soberbo que prima pela originalidade e que nos devolve um outro olhar sobre os dias da guerra no coração da Alemanha e acima de tudo pelo amor à literatura.

Journal Entry 2 by catiaborboleta at Setúbal, Setúbal Portugal on Friday, September 07, 2012
Vou começar a ler este livro no dia 7/9/2012

Acabei de ler o livro no dia 11/9/2012

Journal Entry 3 by catiaborboleta at Setúbal, Setúbal Portugal on Friday, October 12, 2012

Released 6 yrs ago (10/17/2012 UTC) at Setúbal, Setúbal Portugal

CONTROLLED RELEASE NOTES:

Lista:
- LiaCorreia
- Vcrazygirl
- Ladylouve
- SironaCollin
- Tulipa-Negra
- QueenSissi
- wiccaa
- Cokas
- minabomb
- LandaT
- DharamInderKaur
- FallenAngels
- Baiia

Journal Entry 4 by LiaCorreia at Lisboa - City, Lisboa (cidade) Portugal on Thursday, October 18, 2012
Olá :)
Tenho este livrinho acabadinho de chegar até mim.
Obrigada catiaborboleta. *kiss kiss*

Journal Entry 5 by LiaCorreia at Lisboa - City, Lisboa (cidade) Portugal on Wednesday, November 07, 2012
Seguiu hoje viagem para a vcrazygirl ;)



Fiquei surpreendentemente espantada com a categoria deste livro. Adorei-o.

Uma escrita simples e inteligente, com um narrador da história inesperado. Uma forma de contar uma história com detalhes tão pesados, como a perda de um irmão e de uma mãe, a Alemanha Nazi, o acolher de um judeu, de uma maneira tão ligeira, tão leve, tão divertida.

Gostei imenso dos personagens, da rapariguinha que o que mais queria na vida era ler, do amigo que tinha por ela uma paixão e um carinho tão especial, dos pais adoptivos tão diferentes mas que gostam tanto dela, da própria morte que se mostra uma narradora exímia, atenta e ao mesmo tempo com sentimentos tão profundos como os nossos.

A história muito bem definida, embora havendo por vezes avanços e retrocessos, mas o leitor não se perde, está tudo espectacularmente articulado e de uma forma brilhante. A peculiaridade do livro prende-se principalmente com os apontamentos feitos pelo narrador ao longo de todo o livro, usando chamadas de atenção para alguns detalhes, ou caracterizações dos personagens, ou até desenhos que são feitos para a rapariga.

Sem dúvida a melhor leitura deste ano para mim, uma entrada em grande no bookcrossing que eu tanto adoro e, sem dúvida, o livro que li em menor tempo tendo em conta o seu tamanho.

Journal Entry 6 by vcrazygirl at Almeirim, Santarém Portugal on Friday, November 09, 2012
Chegou ^^

Journal Entry 7 by vcrazygirl at Almeirim, Santarém Portugal on Wednesday, August 21, 2013
Livro lido e já contactei a ladylouve, estou à espera da resposta :)

Gostei imenso... Um livro sobre um tema que embora muito falado acaba por surpreender por ser escrito do ponto de vista da morte e por não falar propriamente nos judeus mas sim em "nazis" que não estão de acordo com certos pontos de vista mas que fingem que sim para sobreviver. Gostei.

Journal Entry 8 by ladylouve at Lisboa - Benfica, Lisboa (cidade) Portugal on Wednesday, August 28, 2013
Acabadinho de chegar (juntamente com uma série de coisas para a nossa convenção! Participem!)

Vou começá-lo assim que possível, obrigada!

Journal Entry 9 by ladylouve at Lisboa - Benfica, Lisboa (cidade) Portugal on Thursday, September 12, 2013

Released 5 yrs ago (9/15/2013 UTC) at Lisboa - Benfica, Lisboa (cidade) Portugal

CONTROLLED RELEASE NOTES:

Gostei muito. O meu comentário: http://naomeapeteceestudar.blogspot.pt/2013/09/a-rapariga-que-roubava-livros.html

Segue para o próximo da fila! :)

Journal Entry 10 by SironaCollin at Porto - City, Porto Portugal on Friday, September 27, 2013
Já está cá obrigada pelo envio :D e emprestimo

Journal Entry 11 by SironaCollin at Porto - City, Porto Portugal on Wednesday, November 27, 2013
Terminei, vou contactar a próximo e depois vou actualizar com um comentário, mas adianto que depois da pagina 447 é impossível de ler e chorar ao mesmo tempo :(

A Rapariga que roubava livros conta-nos a história de Liesel, através do olhar da Morte, e é uma história fantástica que não estava de todo a espera.
Numa Alemanha Nazi que todos, judeus e alemães sofrem por uma guerra que mal entendem. Liesel, vai com o irmão e a mão a caminho da rua Rua Himmel, onde a mãe os vai entregar para adopção a um casal. No entanto o irmão ficou pelo caminho e tal a mãe como Liesel tiveram que o enterrar na neve. E ai foi o primeiro livro que roubou, no entanto achado não é roubado. “Manual do coveiro” que levou para a sua nova casa e que Hans ajudou a ler, pois ela mal sabia como o fazer. A partir daí Liesel, queria sempre mais livros para ler, uns oferecidos pelo pai , que os trocou por cigarros, outros roubados da livraria de uma senhora e ainda de fogueiras. Numa tentativa de apagar tudo que não estivesse nos parâmetros dos Nazis, tinha que ser eliminado, pessoas mortas, casas saqueadas e livros queimados.
Hans Huberman foi uma das personagens inesquecíveis, e que marcam profundamente. Pintor e acordeonista, tem uma visão encantadora da vida, juntamente com Liesel a quem ensina tudo o que pode.
Rosa, a mãe, era confuso, eu as vezes detestava-a, mas outras vezes adorava-a e quando ficava sozinha agarrada ao acordeão, ou quando dizia que não poderia perder Liesel, notava-se que apesar de todas as suas coisas, ela tinha um bom coração.
E Max, adorei-o em todas as partes do livro, era uma personagem excelente e essencial. Um antigo pugilista judeu que se escondeu na cave gelada dos Huberman. E que Liesel viu um amigo.
Um parte que me fascinou e sem contar muito sobre ela, foi quando Max usou as folhas de um livro de Hitler e as pintou de branco para desenhar e contar uma história a rapariga, pois não tinha nada para lhe oferecer no seu aniversário. Com as ilustrações que realmente estão no livro simples e eficaz, adorei.

“ Foi da tua face que eu retirei a semente?”

Rudy, coitado, cada vez que penso nele quase que rio e choro ao mesmo tempo. O seu ídolo era Jesse Owens um atleta negro que tinha ganho 4 medalhas nos jogos olímpicos de Berlim, na categoria de Atletismo, a quem o Hitler se recusou a responder ao seu aperto de mão, a modo de o felicitar por ter ganho. E por isso mesmo não era correcto Rudy se pintar todo de preto e andar pela rua a correr e a gritar que é o Jesse Owens. No entanto, tal como a morte diz, ele de facto não merecia morrer da maneira que morreu. E sem concretizar o seu sonho. O de ter um beijo de Liesel.

Cheio de sentimentos, e com muitas emoções juntas, Markus com a sua escrita brilhante transportou-me para esta realidade, chegando a pensar eu mesma que também lá vivia.

Este foi daqueles livros que nem sabia bem por onde começar a opinião. O livro é perfeito, mas penso que é daqueles que não dá para explicar bem o quanto bom é, só mesmo lendo. Por isso leiam.
Obrigada pela partilha um livro excelente.

Journal Entry 12 by SironaCollin at Porto - City, Porto Portugal on Tuesday, January 14, 2014
Vou enviar para a Wiccaa porque estas pessoas nao me disseram nada
Baiia
- Tulipa-Negra
- QueenSissi


Journal Entry 13 by wiccaa at Aveiro, Aveiro Portugal on Thursday, January 23, 2014
E chegou são e salvo, já estava a ficar preocupada :)
Já o tentei ler quando ele saiu e não gostei, provavelmente pela fase em que estava. Vou-lhe dar mais uma tentativa, principalmente depois de ter lido as opiniões de quem já o leu.
Muito obrigada pela partilha

Journal Entry 14 by Cokas at Almada, Setúbal Portugal on Friday, February 07, 2014

Chegou hoje!
Tenho 2 para ler primeiro mas prometo ser breve.
Obrigada wiccaa, pelo envio, e catiaborboleta, pelo empréstimo!

Journal Entry 15 by Cokas at Almada, Setúbal Portugal on Monday, March 17, 2014
Já enviei PM à minabomb há vários dias, não obtendo resposta, pelo que vou solicitar a morada à seguinte inscrição na lista: LandaT.

A LandaT não pode recebê-lo neste momento elo que vou enviar PM à próxima da lista - DharamInderKaur.

Journal Entry 16 by Cokas at Almada, Setúbal Portugal on Thursday, May 22, 2014
Não obtendo resposta de DharamInderKaur, já enviei PM para a última pessoa da lista, FallenAngels. Em alternativa, voará para a catiaborboleta :)

Journal Entry 17 by FallenAngels at Parede, Lisboa (distrito) Portugal on Thursday, June 05, 2014
Já cá está! Obrigada!!

Journal Entry 18 by FallenAngels at Parede, Lisboa (distrito) Portugal on Tuesday, September 16, 2014
Só agora me dei conta há quanto tempo tenho aqui esta livro. Peço imensa desculpa pela demora, mas por outro lado agradeço , pois a minhas filhas também tiveram a oportunidade de o ler.
Fiquei muito agradada com esta leitura. Tendo a morte por narrador, foi-nos concedido uma outra visão da Segunda Guerra Mundial, neste caso dos civis alemães. Parece que grande parte da literatura e filmografia feita sobre este período, acaba por versar sempre a dicotomia judeus-nazis. Este livro (para além de 'O Leitor'), mostra-nos uma realidade, que preconceituosamente vamos esquecendo. Mais do que a história da rapariga, o personagem que mais me prendeu e mais empatia criou foi o seu pai adoptivo. Extraordinário!

Será de imediato enviado para Baiia. Obrigada pela partilha!

Journal Entry 19 by Baiia at Lisboa - City, Lisboa (cidade) Portugal on Tuesday, September 30, 2014
Já cá está. Ainda devo demorar alguns dias a pegar nele, espero ser breve. Obrigada Fallen e catia.

Journal Entry 20 by Baiia at Lisboa - City, Lisboa (cidade) Portugal on Friday, October 31, 2014
Que brutalidade de livro, do principio ao fim. A história parece tão triste e emocionante como qualquer outra que se lê sobre o tema, mas para mim não foi. O facto de ser narrada pela morte, uma morte fria mas sentimental ao mesmo tempo, a dor que emana das personagens mesmo quando os dias pareciam felizes. O livro é perfeito, nada mais a dizer.
Muito obrigada catiaborboleta pela oportunidade. Segue rumo a casa na segunda.

Are you sure you want to delete this item? It cannot be undone.