Choke - Asfixia

by Chuck Palahniuk | Literature & Fiction |
ISBN: 9789724618883 Global Overview for this book
Registered by Janeka of Reguengos de Monsaraz, Évora Portugal on 2/21/2012
Buy from one of these Booksellers:
Amazon.com | Amazon UK | Amazon CA | Amazon DE | Amazon FR | Amazon IT | Bol.com
6 journalers for this copy...
Journal Entry 1 by Janeka from Reguengos de Monsaraz, Évora Portugal on Tuesday, February 21, 2012
Victor Mancini especializou-se numa forma bizarra de demonstrar o seu amor pela mãe e, em particular, de continuar a pagar a respectiva conta do hospital. De restaurante em restaurante, Mancini finge-se engasgado pela comida, à beira da mais patética asfixia. Ele sabe que a piedade do género humano é muito previsível. Assim, há sempre alguém que o salva. Aí começa, se não uma grande amizade, pelo menos uma relação de protecção para o resto da vida. Com uma componente que Mancini cultiva com sofisticada prudência: semana sim, semana não, ele vai recebendo cheques dos seus salvadores…
Entretanto dedica-se a diversas obras humanitárias, incluindo o tratamento dos mais diversos párias da sociedade. A sua especialidade: cuidar de viciados de sexo que ele gosta de reunir, à volta de uma mesa, em sessões de terapia colectiva.

Eu gostei do livro, da escrita 'crua', do humor negro e sarcástico de Palanhiuk. Quero ler mais do autor :)

Journal Entry 2 by Janeka at Alcobaça, Leiria Portugal on Saturday, November 03, 2012

Released 6 yrs ago (11/10/2012 UTC) at Alcobaça, Leiria Portugal

CONTROLLED RELEASE NOTES:

Livro libertado no dia 15.11.2012, por ocasião do meu 2º aniversário no BookCrossing :)

REGRAS:
* O período determinado para ficar com o livro é de 2 meses. Se achar que não consegue cumprir esse prazo, avise para passar para o membro seguinte, de forma a recebê-lo quando lhe der mais jeito :)
* Não sublinhar, escrever ou dobrar o livro.
* Aceitam-se apenas inscrições de membros com participação activa e recente na comunidade.

[BRing]
Inscritos:
- SironaCollin
- vcrazygirl
- conto
- Lpereira
- ArwenG

Journal Entry 3 by SironaCollin at Porto - City, Porto Portugal on Thursday, November 22, 2012
Já chegou Obrigada :D

Journal Entry 4 by SironaCollin at Porto - City, Porto Portugal on Thursday, January 10, 2013
Confesso que não gostei muito dele =/, não me conquistou.
A v_crazy_girl pediu para saltar este e por isso vou mandar a conto. :)
obrigada pela partilha e envio.

Journal Entry 5 by wingcontowing at Lisboa - City, Lisboa (cidade) Portugal on Tuesday, January 15, 2013
Acabadinho de chegar.
Pego nele mal termine o que tenho em mãos.
Obrigada pelo envio SironaCollin!

Journal Entry 6 by wingcontowing at Lisboa - City, Lisboa (cidade) Portugal on Sunday, February 17, 2013
Não gostei e desiludiu-me, porque tinha gostado muito de um outro livro dele que tinha lido, o Lullaby.

Reconheço que alguns "truques" de escrita resultam muito bem (pelos vistos, fazem mesmo parte da escrita dele. As repetições por ex.) e que tem algumas ideias e alguns conceitos geniais.

Por ex. esta passagem é fantástica, quanto a mim:
"Denny começa a colocar pedras em cima da nova argamassa.
- Que estás a construir? - pergunto.
Denny encolhe os ombros. Torce uma pedra quadrada castanha, enfiando-a mais fundo na argamassa. Com a colher de trolha, enfia argamassa entre as duas pedras. (...)
Ele não precisa de o construir no papel, primeiro? Pergunto-lhe, não precisas de um plano? Há licenças e inspecções que tens de obter. Tens de pagar taxas. Há códigos de construção que tens de conhecer.
- Porquê? - responde o Denny.
Faz rolar umas pedras com o pé, a seguir descobre a melhor e enfia-a no lugar. Não precisas de uma licença para pintar um quadro, diz. Não precisas de apresentar um plano para escrever um livro. Há livros que causam mais estragos do que ele alguma vez poderia causar. Não precisas de ter o teu poema inspeccionado. Existe uma coisa chamada liberdade de expressão.
- Não precisas de uma licença para ter um bébé. Então para que é que precisas de comprar uma licença para construir uma casa? - pergunta Denny.
- Mas e se construíres uma casa perigosa e horrorosa? - pergunto.
Bem, e se criares um miúdo perigoso e parvalhão? - responde Denny."

Mas isso não chega e, no conjunto de facto não gostei, acho que não percebi a ideia, o objectivo, não sei...

Obrigada Janeka pela partilha (ía sempre ficar com vontade de saber que tal era!). Aguardo resposta da ArwenG para fazer seguir o livro.

Journal Entry 7 by wingcontowing at Lisboa - City, Lisboa (cidade) Portugal on Tuesday, February 26, 2013
Seguiu (só) hoje para a Arwen. Peço desculpa pela demora neste envio...

Journal Entry 8 by Lpereira at Alcochete, Setúbal Portugal on Tuesday, April 02, 2013
Chegou!
Vou começar a ler hoje.

Journal Entry 9 by Lpereira at Alcochete, Setúbal Portugal on Tuesday, April 09, 2013
Já acabei de o ler.
Confesso que não gostei muito.
Inicialmente até tive alguma dificuldade em acompanhar, porque a cada capítulo parecia que falava de uma época diferente. Depois percebi como é que o livro estava estruturado e tornou-se mais fácil.

Segue para a ArwenG assim que for possível.

Obrigada pela partilha.



22/4/2013
O livro foi enviado hoje para a ArwenG.

Journal Entry 10 by ArwenG at Lisboa - City, Lisboa (cidade) Portugal on Saturday, May 11, 2013
Já recebi, obrigada

Journal Entry 11 by ArwenG at Lisboa - City, Lisboa (cidade) Portugal on Monday, September 02, 2013
obrigada pela partilha, mas achei muito confuso este livro.. segue de volta para a Janeka

Journal Entry 12 by Janeka at Alcobaça, Leiria Portugal on Tuesday, September 24, 2013
E o livro já regressou a casa! Obrigada por terem tratado bem dele :)

Só lamento que não vos tenha agradado, mas fica agora disponível para outros interessados!

Journal Entry 13 by 1001-library at Helsinki, Uusimaa / Nyland Finland on Friday, April 11, 2014

Obrigada por tua doação Janeka!

Este livro agora faz parte da 1001-library. Si quiseres tomar prestado o livro mas não sabes como funcionar a biblioteca, visita a nossa página web1001-library bookshelf.

Are you sure you want to delete this item? It cannot be undone.