corner corner Novembro, o que lemos enquanto (ainda) esperamos a chuva?

Forum | << Portuguese - Português | Refresh | Search

corner corner

Sort Options Toggle Stats Options


Profile Image

Novembro, o que lemos enquanto (ainda) esperamos a chuva?

e o verão de S. Martinho parece ter-se juntado ao Verão, sem ter deixado chegar o Outono?...

Complete Thread

Profile Image
e o verão de S. Martinho parece ter-se juntado ao Verão, sem ter deixado chegar o Outono?...
Profile Image
- o do dia - Ministry of Utmost Hapiness, Arundhati Roy
- o da noite - Goldfinch, Donna Tart
Profile Image
- o do dia - Ministry of Utmost Hapiness, Arundhati Roy


Comentando a thread de outubro...
E ainda nem a meio vais :) Provavelmente ainda nem chegaste a Caxemira. E à história da criança que uma noite apareceu num passeio, ou da primeira Miss Jabeen ou....
Agora fiquei cheia de inveja, apetecia-me ainda ter o livro para ler.
Profile Image
...e continuo nas primeiras páginas...

Profile Image
... com livros que não são maus que os queira abandonar nem tão bons para ler de uma assentada. Tenho vários espalhados por vários pontos da casa (principalmente WCs) que vão lendo conforme que os apanho aqui e ali:

- O mundo de Sofia, Jostein Gaarder
- O pacífico de lés-a-lés, Michael Pallin
- Ora, como eu dizia..., John Cleese (em modo Monty Phyton, portanto, embora sejam 2 livros bem diferentes)
- Noche de relatos, contos (este, como é pequeno e leve, anda na carteira, para aqueles minutos em que é preciso esperar por alguém)

Como se não bastasse, ontem trouxe da biblioteca Fantasia para dois coronéis e uma piscina, do Mário de Carvalho. Este, por questões de prazo de devolução e porque as 3 páginas iniciais que li hoje me deram vontade de ficar pelo sofá, deve ficar como livro de cabeceira.
Profile Image
Finalmente chegou às livrarias a edição brasileira do quarto livro do ciclo "O Cemitério dos Livros Esquecidos". Parei a leitura do "La Tabla de Flandes", de Arturo Pérez-Reverte e, ainda no dia 1º, já devorei 500 das suas quase 700 páginas.
Profile Image
Finalmente chegou às livrarias a edição brasileira do quarto livro do ciclo "O Cemitério dos Livros Esquecidos". Parei a leitura do "La Tabla de Flandes", de Arturo Pérez-Reverte e, ainda no dia 1º, já devorei 500 das suas quase 700 páginas.


Ah, eu gostei tanto da Tábua da Flandres!
Profile Image
Vi na TV um filme chamado "Xeque-Mate", (Uncovered, no original). Vi que o roteiro era baseado em um livro de Arturo Pérez-Reverte. Como já tinha lido gostado de outro livro do autor, "O Tango da Velha Guarda", procurei o livro mas a edição brasileira estava esgotada. Consegui a edição espanhola e comecei a ler, até interrompê-la com o livro do Zafón.
Profile Image
...não porque não me apeteça, mas porque não dá mesmo. De tal maneira, que o livro (Perguntem a Sarah Gross) não tem saído do carro (coisa impensável há umas semanas atrás, que o levava para todo o lado e não me deitava sem o ter na mesa-de-cabeceira). É que agora só dá mesmo para ler aos bochechos, enquanto espero pelas Pequetinhas à porta da escola. Mas nem sempre vou eu buscá-las, chuif....
Profile Image
A Mulher de Verde, Arnaldur Indridason
e
Slated — Reiniciada, Teri Terry

Estou a gostar imenso de Slated! Está a ser uma leitura (quase) compulsiva e agrada-me o facto de pertencer a uma trilogia.
Profile Image
Eu ainda ando com o livro "O Vale dos Segredos", Charmian Hussey recebido da última lotaria do Arvores. Está a revelar-se um pouco menos itneressante do que inicialmente previra, mas irei lê-lo até ao fim...
Profile Image

Ender's Game

de Orson Scott

Que tem apenas 900 páginas, em que é que eu me vim meter!
Profile Image
Que acabou por ser uma leitura muito interessante, e comecei "In the country of men", de Hisham Matar. Até agora, às primeiras páginas, também interessante.
Profile Image
de John Grisham, via Marciajuraci.
Profile Image
Estou a ler o Nocturnes do Kazuo Ishiguro (deste BRay http://www.bookcrossing.com/---/536960 e The Riders do Tim Winton.
O Nocturnes é um livro de contos (5) e terminado o 3º decidi fazer uma pausa e pegar no Winton.
Até agora o Ishiguro não me impressionou, lê-se mas... meh. O Tim Winton descobri aqui no BC e é um escritor australiano com um estilo muito próprio e narrativas que absorvem o leitor.
Profile Image
Um livro que estava há muito tempo na estante, à espera que lhe pegasse.
Pelo título, pensei que tivesse alguma componente mais fantástica, mas afinal é "simplesmente" a história de uma mulher, contada na 1ª pessoa.
https://www.goodreads.com/---/7204727-senhora-or-culo
Profile Image

Ontem li

"A Metamorfose", de Franz Kafka, livro onde o protagonista se transforma, sem qualquer dúvida, num fofo e inocente BICHO DA CONTA :)

E agora estou a ler o segundo volume da saga da Haruhi Suzumiya, uma novel japonesa
Profile Image
de Carl Sagan

Um livro científico que seria interessante se porventura eu não soubesse nada pelo assunto e se não estivesse tão desactualizado.
Profile Image
Li esse livro na adolescência e gostei TANTO! :-)
Profile Image
Há uns anos tive uma grande desilusão com o 2666, deste autor... nunca mais voltei a ele...mas há dias "apanhei" este, em epub, e ando a lê-lo...que livro maravilhoso! apanhem-no se o virem por aí...

https://www.wook.pt/---/14827908
Profile Image
i.e., "The Goldfinch" de Donna Tart, que me acompanhou por muitas e longas noites (são quase 800 páginas). Apesar de achar que o livro é demasiado longo em algumas partes, a verdade é que nunca me fartei dele. Custou-me talvez a entrar, logo, logo no início, até ser agarrada pelo turbilhão que não me deixou mais largar o livro, mesmo que a ler só umas pouquitas páginas (uns dias mais outros menos) a cada noite.
É uma história poderosa e muito bem contada, mas suspeito que a maioria das pessoas o iria largar a menos de meio, porque efectivamente poderia (e deveria, atrevo-me a dizer!) ter sido mais editado (no sentido de cortado, mesmo). Seja como for, foi uma excelente companhia por uma série de meses.
Profile Image
Arundhati Roy e pelo meio li uns terríveis "O fim da inocência" de um tal de Francisco Salgueiro, que achei positivamente execráveis e que não há quem me convença que sejam bons livros para pais e educadores. Mas claro, não sendo mãe não posso falar!
Profile Image
"In the country of men", do qual gostei muito, apesar de ser bastante "claustrofóbico". Já vai a caminho da Finlândia adorada :-)

Comecei anteontem "In the shadow of the Banyan", de Vaddey Ratner, autora do Cambodja. Às primeiras páginas, a coisa está bem interessante. Outro que seguirá caminho para a Finlândia. E eu até ia lá bem encaixadinho no envelope, para passar o Natal (Árvores suspirando...)
Profile Image
que achei interessante, mas poderia ser melhor em termos de literários.

Entretanto li um (muito interessante) livrinho sobre o Convento de Santa Clara a Velha de Coimbra, que adquiri no local recentemente :-)

Hoje irei começar "Quando estiveres triste, sonha", de Elizabeth Berg (recebido numa (longínqua) lotaria de Outono)
Profile Image
de Neil Gaiman e Terry Pratchet. Que mistura!
Profile Image
Riquistão é o pais dos bilionários (aqui quem tem cerca de 7 milhões de dólares é considerado abastado, mas está na escala mais baixa dos ricos), um mundo que me é tão estranho como Marte, cheio de criaturas com casas com 3.600m2, servidas por mais de uma centena de empregados, que podem pagar 140.000€ por uma semana num resort, com aviões privados que levantam voo só para ir buscar algumas garrafas de vinho ao outro lado do país e que existem empresas que satisfazem todos os desejos (nem que seja entregar o gelado XPTO à meia-noite no iate que está algures no meio do Mediterrâneo).
Leio-o com um aperto no estômago, a pensar que não há planeta que resista a este consumo desenfreado, patético e imoral.

Bem, sem dúvida que é o livro que me dará um banho de realidade antes de pegar no próximo "Utopia for realists".
Profile Image
Riquistão é o pais dos bilionários (aqui quem tem cerca de 7 milhões de dólares é considerado abastado, mas está na escala mais baixa dos ricos), um mundo que me é tão estranho como Marte, cheio de criaturas com casas com 3.600m2, servidas por mais de uma centena de empregados, que podem pagar 140.000€ por uma semana num resort, com aviões privados que levantam voo só para ir buscar algumas garrafas de vinho ao outro lado do país e que existem empresas que satisfazem todos os desejos (nem que seja entregar o gelado XPTO à meia-noite no iate que está algures no meio do Mediterrâneo).
Leio-o com um aperto no estômago, a pensar que não há planeta que resista a este consumo desenfreado, patético e imoral.

Bem, sem dúvida que é o livro que me dará um banho de realidade antes de pegar no próximo "Utopia for realists".



https://www.youtube.com/watch?...
Profile Image
https://www.youtube.com/watch?...


Pois... eu ia dizer que era um bom filmezinho para passar nas escolas, mas acho que não adianta. Quem se está nas tintas para o bem comum não liga a estas coisas. Quer pescar os peixes todos, cortá-los aos bocadinhos e vende-los com muito lucro.
Profile Image
Só de ler este teu resumo, já fiquei irritado. Chiça!!
Profile Image
Só de ler este teu resumo, já fiquei irritado. Chiça!!


Olha mais um bocadinho, para ver como se te irritas mais um bocadinho.

"Os fundadores do Google, Seregy Brin e Larry Page, compraram um boeing 767 para passear pelo mundo com os amigos. O avião, desenhado para transportar 224 pessoas, foi remodelado para acolher 50 pessoas no máximo... Entre outras coisas, os donos do Google queriam redes de balanço penduradas no tecto... e discutiram porque ambos queriam ter camas king-size a bordo. É um avião para festas, admitiram.
No entanto, Brin assegura que o avião privado está em perfeitas consonância com a missão da Google para melhor o mundo.
"Também é importante que este tipo de aparelho consiga levar bastantes pessoas a locais como África", afirmou, "acho que isso só pode ser bom para o mundo". (nem consigo comentar, ou antes, até consigo, mas seria impróprio para publicar no fórum).


Profile Image
Não queres abrir uma thread de palavrões, não? Até se me estão a crescer os cabelos!...
Profile Image
Comecei ontem a leitura deste enorme calhamaço!!
Profile Image
mas vale a pena. We all float.
Profile Image

Fausto

de Goethe

Desejem-me sorte! ;p
Profile Image
da Chimamanda Ngozi Adichie

Recebido ontem na lotaria de outono e acabado de ler hoje de manhã.
É uma longa carta, com ideias a passar às meninas, desde que nascem. Fico feliz de as ter aplicado quase todas na educação da minha filha. Por isso, ou apesar disso, vou agora passar o livro para que ela o leia.
Profile Image
da Chimamanda Ngozi Adichie

Recebido ontem na lotaria de outono e acabado de ler hoje de manhã.
É uma longa carta, com ideias a passar às meninas, desde que nascem. Fico feliz de as ter aplicado quase todas na educação da minha filha. Por isso, ou apesar disso, vou agora passar o livro para que ela o leia.



yap! também gostei muito...para ser lido por meninas e meninos! :)
Profile Image
yap! também gostei muito...para ser lido por meninas e meninos! :)


Por acaso fiquei a pensar que os meninos também deveriam ter direito a um livro semelhante.
Alguém que escreva às mães e os pais dos meninos, para que estes lhes digam que não têm de ser super-heróis, que também podem brincar com tachos e bonecas, que não é obrigatório que sejam fortes, que podem chorar, que não têm de gostar de futebol, que se a mãe ficar sozinha não têm de assumir o papel de chefe da casa.
Profile Image
Por acaso fiquei a pensar que os meninos também deveriam ter direito a um livro semelhante.
Alguém que escreva às mães e os pais dos meninos, para que estes lhes digam que não têm de ser super-heróis, que também podem brincar com tachos e bonecas, que não é obrigatório que sejam fortes, que podem chorar, que não têm de gostar de futebol, que se a mãe ficar sozinha não têm de assumir o papel de chefe da casa.


Ora bem!
Profile Image
Haha, foi esse o que eu comprei no meu shopping spree de black friday!
Profile Image
Haha, foi esse o que eu comprei no meu shopping spree de black friday!


:) Sintonia bookcrossiana
Profile Image
Um "remake" da Tempestade do William Shakespeare. Dizem que é bom.
Profile Image
Se não gostares desse, já tenho aqui o "The Heart Goes Last" ;)
(e se gostares, também!)
Profile Image
Olha, que coincidência, eu também li este há uns dias atrás ;)
O único que consegui terminar em Novembro, a ver se consigo acabar a Sarah Gross antes de o mês chegar ao fim!
Profile Image
Gostei de ler este livro; achei interessante os pormenores das vivências dos membros desta família, com o enquadramento sócio-económico da época.
Considero, no entanto, o último capítulo absolutamente dispensável (e mesmo absurdo).

Profile Image
edição bilingue da Quetzal (tradução de Vasco Graça Moura)
Profile Image
Li o sétimo volume de Spice and Wolf, uma novel japonesa, e comecei "Não é física nuclear", um livro de medicina masculina, lol
Profile Image
Li o sétimo volume de Spice and Wolf, uma novel japonesa, e comecei "Não é física nuclear", um livro de medicina masculina, lol

"medicina masculina"?!
Profile Image
Li o sétimo volume de Spice and Wolf, uma novel japonesa, e comecei "Não é física nuclear", um livro de medicina masculina, lol

"medicina masculina"?!

Exacto, estou a aprender como cuidar dos meus testículos. =D

De todos os modos, está a ser uma leitura simples e interessante, pois toca em assuntos comuns a ambos os géneros com um certo humor. Tenho saltado muitas partes que já sei (por exemplo, o funcionamento dos órgãos), mas tem dicas giras. :>
Profile Image
O teu ecletismo literário não cessa de me espantar, lady, devo confessar!
(e digo isto com uma ponta de inveja... ou mais que uma ponta, vá!)
Profile Image
Já o terminei e foi como um duche de água gelada no Verão. Existem muitas coisas que podem ser extrapoladas para os dois géneros e espero conseguir obedecer a algumas. Não sou muito de me convencer com livros de saúde e bem-estar, mas estou numa fase da minha vida em que preciso mesmo de cuidar disso... Algumas das coisas já tencionava começar a fazer, portanto agora acho que vou mesmo! xD

Isto tudo com uma péssima edição e tradução, num livro que só custou um euro na feira, loool
Profile Image
Jorge de Sena
Profile Image
Jorge de Sena


Tão bom!
Profile Image
Jorge de Sena


Tão bom!

Mesmo!!
Profile Image
Jorge de Sena


Tão bom!

Mesmo!!


Poizé !
Profile Image
E eu ainda não li! :-(
Profile Image
Jorge de Sena


Tão bom!

Mesmo!!



uma das minhas descobertas tardias, já na idade madura...açoitei-me durante vários dias por não lhe ter pegado mais cedo...
Profile Image
uma das minhas descobertas tardias, já na idade madura...açoitei-me durante vários dias por não lhe ter pegado mais cedo...


Idem... ou quase, qu'inda num cheguei a essa idade do amadurecimento. Duvido, aliás, que lá chegue algum dia. Vou ser sempre uma rapariga irresponsável e por maturar.
Profile Image
Um livro estranho, mas estou no início, ainda não lhe retirei todas as camadas.
Profile Image
Gostei tanto, tanto, tanto!
É um livro que pode realmente tornar-se confuso e levar-nos, em momentos menos propensos a este tipo de leitura, a começar a baralhar as coisas e a achar que já não se está a conseguir acompanhar e, por isso, a pô-lo de lado (mas devias voltar a tentar, marialeitora). Felizmente não me aconteceu isso e senti-me a conseguir entrar nos inúmeros mundos da India como nunca nenhum outro livro o tinha conseguido fazer. E provoca todo o tipo de emoções (ainda que apenas algumas das que imagino que aquele país conseguirá provocar) entre a emoção, a tristeza, a raiva, a hilariedade, a confusão e mesmo a total incompreensão, mas também a aceitação e o maravilhamento face a pequenos nadas, situações, pessoas, lugares...
Pouco mais sei dizer, para além de que gostei muito, muito!
Obrigada, pá :)
Profile Image
Ó maria, eu vou MESMO pedir-to em Janeiro, 'tá visto!
Profile Image
Ó maria, eu vou MESMO pedir-to em Janeiro, 'tá visto!


'tava a ver que estavas com uma doença má, deixar passar isto e assobiar para o lado. Agora fico mais descansada :)
Profile Image
Ó maria, eu vou MESMO pedir-to em Janeiro, 'tá visto!


'tava a ver que estavas com uma doença má, deixar passar isto e assobiar para o lado. Agora fico mais descansada :)

Também digo! ;)
Profile Image
Ó maria, eu vou MESMO pedir-to em Janeiro, 'tá visto!



a chôdona Roy tá mortinha para se ir passear... :)

Are you sure you want to delete this item? It cannot be undone.