corner corner (OT) Compal de queijo e os anões de Saturno

Forum | << Portuguese - Português | Refresh | Search

corner corner

Sort Options Toggle Stats Options


Profile Image

(OT) Compal de queijo e os anões de Saturno

É um assunto off topic, embora possa ser também matéria de literatura. Aliás, este seria o título da minha biografia, se alguma vez escrevesse uma, compilando gafes, mal entendidos e uma certa tendência para a dislexia. Dava para muitas páginas, acreditem.

O primeiro aconteceu numa confeitaria de Lisboa, quando juntei no mesmo pedido aquilo em que estava a pensar para matar a sede e a fome.
E hoje mesmo, ao evocar memórias de um telescópio, falei de nessa noite termos visto os anões de Saturno.

E por aí, são daqueles que nunca se enganam e raramente têm dúvidas, ou também vos curtocircuitam os fusíveis, de quando em vez? Ponham cá para fora os vossos desastres linguísticos.

Complete Thread

Profile Image
É um assunto off topic, embora possa ser também matéria de literatura. Aliás, este seria o título da minha biografia, se alguma vez escrevesse uma, compilando gafes, mal entendidos e uma certa tendência para a dislexia. Dava para muitas páginas, acreditem.

O primeiro aconteceu numa confeitaria de Lisboa, quando juntei no mesmo pedido aquilo em que estava a pensar para matar a sede e a fome.
E hoje mesmo, ao evocar memórias de um telescópio, falei de nessa noite termos visto os anões de Saturno.

E por aí, são daqueles que nunca se enganam e raramente têm dúvidas, ou também vos curtocircuitam os fusíveis, de quando em vez? Ponham cá para fora os vossos desastres linguísticos.
Profile Image

Tenho um

Estava com a dona de um paciente, uma rapariga asiática que não sabia uma paavra de português e arranhava muito a o ingês. Ora, também eu não sou um dicionário Oxford...

Pois então a rapariga perguntava porque tinha de vir com o gato se já lá tinha estado há tão pouco tempo. E eu, querendo insistir que ela tinha lá estado na sexta-feira, disse....

"But you were here on SEXDAY"

;___;
Profile Image
Mas assim de repente lembro-me de estar a jantar com uma amiga espanhola e um amigo holandês que nos falava não sei de que prato típico que era feito com massa folhada. Ele falava inglês e dizia "puff pastry", mas a espanhola não sabia o que era. E eu, solícita, expliquei em bom portunhol que era "pasta folhada". E mal acabei de dizer "folhada", lembrei-me que em espanhol, "follar" significa fo*er. Ela arregalou os olhos e desatámos a rir a bandeiras despregadas, para grande espanto do holandês, a quem tivémos que explicar tudo a seguir. "Hojaldre" era o que eu devia ter dito, mas só me ocorreu depois da asneira ter saído em todo o seu esplendor...
Profile Image
só que tenho também associado um certo "alzaimér" e agora não me lembro de nenhuma... :D mas já cá volto!
Profile Image
Foi quando vi a primeiríssima t-shirt pintada à mão. Adorei a ideia, mas queria saber se ia à máquina...
Profile Image
Essa não é minha, ouvi-a semana passada e acho que nunca mais me vai sair da cabeça :)
Profile Image
Essa não é minha, ouvi-a semana passada e acho que nunca mais me vai sair da cabeça :)


Esse é um tipo diferente de lapso, chamado malapropismo. É típico de pessoas que não lêem as expressões e as dizem de ouvido: daí as mil variações de 'algália', 'hemorróidas' e variadas maleitas, o 'espilrrar', o 'entropeçar', etc. A minha sogra (que será sempre minha sogra apesar do divórcio, porque a adoro) é a pessoa que conheço que mais os diz, tipo 'bacalhau à linguareiro' :-D
O primeiro lapso de que falaste é mais fruto da distracção e de alguma dislexia.
Profile Image
Esse é um tipo diferente de lapso, chamado malapropismo. É típico de pessoas que não lêem as expressões e as dizem de ouvido: daí as mil variações de 'algália', 'hemorróidas' e variadas maleitas, o 'espilrrar', o 'entropeçar', etc. A minha sogra (que será sempre minha sogra apesar do divórcio, porque a adoro) é a pessoa que conheço que mais os diz, tipo 'bacalhau à linguareiro' :-D


Eu sei, e dessas tenha uma grande coleção, ditas pelos meus vizinhos. Estou agora a lembrar-me da "hérnia fiscal", por exemplo.
Mas a "truta e meia" ouvia-a a alguém com ar de quem lê, ou pelo menos tinha pose disso. Ter-lhe saído a expressão num discurso tão bem articulado teve mais piada. Mas é o que me acontece a mim, dou cada calinada, tantas vezes sem me aperceber.
Um dia, no trabalho, disse a um cliente (ao telefone) que aguardava que ele me desse "bola preta" para tratar de um assunto. O que eu queria dizer era "carta branca" e saiu-me muito ao lado. Só depois de desligar é que o meu chefe me chamou à atenção.

Are you sure you want to delete this item? It cannot be undone.