corner corner E aqui está Março, já com cheiro a Primavera. O que se lê por aí?

Forum | << Portuguese - Português | Refresh | Search

corner corner

Sort Options Toggle Stats Options


Profile Image

E aqui está Março, já com cheiro a Primavera. O que se lê por aí?

Eu vou lendo "Hereges", de Leonardo Padura, até agora muito bom.
Mas vou ter de intercalar com "Teoria Geral do Esquecimento", do Agualusa, um Ring que não pode esperar pelas 500 e tal páginas de Hereges - já lá vão os tempos em que as costas, a vida e as vistinhas aguentavam longas maratonas de leitura :-(
E vomecêses, que ledes, hã?

Complete Thread

Profile Image
Eu vou lendo "Hereges", de Leonardo Padura, até agora muito bom.
Mas vou ter de intercalar com "Teoria Geral do Esquecimento", do Agualusa, um Ring que não pode esperar pelas 500 e tal páginas de Hereges - já lá vão os tempos em que as costas, a vida e as vistinhas aguentavam longas maratonas de leitura :-(
E vomecêses, que ledes, hã?
Profile Image
1030 páginas, senhores! A empatar há já dois meses...

e 'Como se eu não existisse', de Slavenka Drakulić. Bem pequenino, mas muito duro.
Profile Image

3

Breviário Mediterrânico de Pedrag Matvejevitch-um ensaio que parece poesia, de lindo que é

A casa das belas adormecidas, de Yasunari Kawabata-um romance perturbador que veio do japão

O menino de Bruges, de Gilbert Sinoué -uma história interessante

(agora dá-me para isto: é aos dois e três ao mesmo tempo! :)
Profile Image

RE: 3

O menino de Bruges, de Gilbert Sinoué -uma história interessante

já li esse livro há alguns (bastantes) anos, mas lembro-me de que gostei mesmo muito dessa leitura! :-)
Profile Image

RE: 3

Breviário Mediterrânico de Pedrag Matvejevitch-um ensaio que parece poesia, de lindo que é

A casa das belas adormecidas, de Yasunari Kawabata-um romance perturbador que veio do japão

O menino de Bruges, de Gilbert Sinoué -uma história interessante

(agora dá-me para isto: é aos dois e três ao mesmo tempo! :)



'O Breviário...' é demais. Levei-o para Malta e mais um acerto no alvo.

'O menino de Bruges', de Gilbert Sinoué , curioso e de fácil leitura.

De Yasunari Kawabata só li 'Terras de Neve', lá para a adolescência e gostei muito.

Só agora começaste a ler a dúzia ? rsrsrsr A m/ inovação desta semana foi deixar uns quantos abertos. uns em cima dos outros.




Profile Image
A gostar TANTO do humor inteligente desta série Discworld.
Profile Image
Este é um dos meus preferidos!
Profile Image
Este é um dos meus preferidos!


Leste-os todos?!
Eu estou com vontade de o fazer, estou a ir por ordem. É difícil dizer de qual gostei mais, a única coisa que sei é que o 1º foi aquele de que gostei menos e daí em diante tenho tido que fazer um esforço para não ler tudo de enfiada!
Profile Image
Oh não, nem pensar! São imeeeensos! Mas ainda gostava de fazer esse projecto de leitura um dia :)
Profile Image
Com "A la Deriva y Otros Cuentos" de Horacio Quiroga e também com “El Oro de Los Tigres” de Jorge Luis Borges.

E vou começar ainda hoje “Mi Buenos Aires Querido”, de Ernesto Schoo (versão portuguesa) - um empréstimo de um simpático bookcrosser português :-)
Profile Image
Mais um autor africano de língua portuguesa. Depois do Ondjaki, Pepetela. Oferta de Pequete.
Profile Image
Anos 80: depois do Xá teria sido destituído, as manifestações anti-América reúnem tanto grupos de esquerda como radicais islâmicos. O véu feminino torna-se um símbolo de identidade nacional, os moderados vão sendo afastados... e já sabemos como as coisas acabaram.
Quando as regras islâmicas se tornam cada vez mais rígidas, uma professora reúne um grupo de estudantes para lerem e analisarem os livros que entretanto foram censurados.
Reading Lolita in Teheran, Azar Nafisi

Continuo também com Movemente Matters, ensaios bastante interessantes sobre como o facto de cada vez nos mexermos menos, influencia não só a nossa saúde e o nosso modo de vida, como o de todo o planeta. Embora pareça simplista e evidente a verdade é que me tem feito olhar para as minhas escolhas e gestos de forma mais consciente. E feito levantar-me mais da cadeira...

É pois, um início de mês de continuidade. E a primavera por aqui ainda está tímida...
Profile Image

Lendo:

'Chuva' , ring do arboles;

'Hablaba con las bestias, los peces e los pajaros', K. Lorenz e sabem de quem é?
Do PGV :)

Revistas ;
. Courrier internacional;
National Geographic: ' O melhor de Itália';
Visão - Historia : Fátima, a construção do fenómeno
Profile Image

RE: Lendo:

'Chuva' , ring do arboles;

'Hablaba con las bestias, los peces e los pajaros', K. Lorenz e sabem de quem é?
Do PGV :)


Esse livro do PGV passou por mim, há uma data de anos atrás, gostei muito dele. E alguém sabe o que é feito do PGV?
Profile Image
'Chuva' , ring do arboles;

'Hablaba con las bestias, los peces e los pajaros', K. Lorenz e sabem de quem é?
Do PGV :)


Esse livro do PGV passou por mim, há uma data de anos atrás, gostei muito dele. E alguém sabe o que é feito do PGV?


Pois, está cá há uma data de anos. Andará pelo facebook? Escrevi-lhe ontem para o devolver, mal o leia.
Profile Image
De volta ao detective Charlie Parker.
Profile Image
devorado entre o último dia de Fevereiro e estes primeiros de Março.
Ao contrário do livro com que terminei o mês passado (The King) este é um livro com uma história pouco mais que insignificante (uma família destruída pela morte de uma filha e irmã e o que se vai sabendo aos poucos sobre o que esteve por trás dela) mas contada com mestria. A violência da dor da perda reproduzida na escrita fez-me recordar Siri Hustvedt (parando aí a comparação) e o soco no estômago que foi na altura ler "Aquilo que eu Amava". Parece-me um livro pouco aconselhável a gente com filhos e almas sensíveis. Mas percebo porque foi considerado injustificado que tivesse passado despercebido quando publicado (deve haver tantos assim! Tal como o oposto!!).
Obrigada pá! ;)
Profile Image
Regressei a este escritor, do qual gostei já muito, sobretudo dos primeiros romances. Depois, desencantei-me. Mas li tanta coisa a gabar este livro que o pedi de prenda de Natal. Para já, ainda não me agarrou, vamos ver...
Profile Image

Continuo com

a colecção Astérix (vou no volume dedicado aos Normandos).
Também dei início a "A Queda" de Albert Camus, mas confesso que não me está a entusiasmar muito por aí além.
Profile Image
d'"A vida no campo" de Joel Neto, o Outono.
Que escrita magnífica, de facto. Aliás, ao dia 12 de Novembro liguei ao meu irmão para lhe ditar uma receita de cortume de malaguetas (a que os continentais chamam picles, hahahahhh).
:)
Profile Image
liguei ao meu irmão para lhe ditar uma receita de cortume de malaguetas (a que os continentais chamam picles, hahahahhh).
:)

E eu copiei a das queijadas D.Amélia :-) Mas ainda não fiz
Profile Image
liguei ao meu irmão para lhe ditar uma receita de cortume de malaguetas (a que os continentais chamam picles, hahahahhh).
:)

E eu copiei a das queijadas D.Amélia :-) Mas ainda não fiz


Já eu fiquei com água na boca com todas aquelas alcatras
E se um dia fizéssemos um piquenique temático?
Profile Image
liguei ao meu irmão para lhe ditar uma receita de cortume de malaguetas (a que os continentais chamam picles, hahahahhh).
:)

E eu copiei a das queijadas D.Amélia :-) Mas ainda não fiz


Já eu fiquei com água na boca com todas aquelas alcatras
E se um dia fizéssemos um piquenique temático?

Também estou a ficar, caneco!
Essa do piquenique temático parece-me uma ideia magnífica, mas nesta fase em que estou diria que o PGV teria MESMO de estar presente :D :D
Profile Image
E se um dia fizéssemos um piquenique temático?


Passeio bookcrosser aos Açores? Contem comigo!
Profile Image
E se um dia fizéssemos um piquenique temático?


Passeio bookcrosser aos Açores? Contem comigo!


Nos Açores?
Contem comigo também! :-D
Profile Image
A leitura deste romance histórico foi iniciada a sentir a brisa de um mar tumultuoso.
Profile Image
Terminei o que estava a ler e afinfei o dente em:

"Heróis da História de Portugal como nunca foram contados", de Pedro Marta Santos, um livrinho horroroso sem qualquer exactidão histórica e cheio de um humor muito duvidoso

"El espejo y otros cuentos", de Camilo José Cela, que adorei, apesar de estar num Espanhol um pouco avançado demais para mim. :)

Agora estou a ler "Fortaleza Digital", de Dan Brown. Tiha promeitdo a mim mesma e ao mundo que nunca me aproximaria deste autor nem com um pau, mas parece que - mais uma vez -as promessas foram feitas para não se cumprirem :p Não estou propriamente a gostar.
Profile Image
de David Foenkinos
Profile Image

Ontem

Terminei "A Delicadeza" e li também "Marido e Outros Contos", de Lídia Jorge.

Agora estou a ler "Quem Matou Palomino Molero", de Mário Vargas Llosa. Está a ser uma leitura muito estranha, porque estou com a sensação de que já li este livro em algum lugar. No entanto, não me recordo nada de já o ter lido...
Profile Image
a gostar bastante.
Profile Image
porque aconteceu-me uma coisa gira. Anteontem tinha lido no Caderno uma parte em que a jornalista visitou uma livraria, que deu origem ao "The bookseller of Kabul", e lembrei-me que já tinha este livro na minha wishlist há bastante tempo, e fiquei ainda com mais vontade de o ler. Ontem tinha um embrulho nos correios, e não é que era precisamente esse livro, enviado por um bookcrosser inglês, que o viu na minha wishlist? Agora só me falta ir jogar no euromilhões... Entretanto, comecei o The bookseller of Kabul
Profile Image
"The bookseller of Kabul"

Xiii... li esse livro nos idos de 2008! :)
Não me lembrava de ter gostado particularmente e... foi isso mesmo: http://www.bookcrossing.com/---/4683810#10051807
Espero que cumpra as tuas expectativas, no entanto.
Profile Image
Ainda estou bastante no início, fiquei um bocado de pé atrás com a introdução da autora, porque dizer que se trata de um relato de factos verídicos, contados pelos vários membros da família, mas depois escrever como se se tratasse de um romance, incluindo pensamentos e emoções dos intervenientes, parece-me no mínimo um pouco contraditório. Mas para já, estou a gostar.
Profile Image
Voss, de Patrick White! Promete!
Profile Image

Crónicas

Novíssimas Crónicas da Boca do Inferno, para ser mais precisa, um livro de Ricardo Araújo Pereira que tinha oferecido à minha irmã e que, pelos vistos, ela nunca leu 8D

Tem a sua piada, apesar de já estar uns anos desactualizado.
Profile Image
um empréstimo da nossa cometa (obrigada!), mas ainda muito no início para poder opinar.
Profile Image
Vai estrear o filme desse livro! vou vê-lo para a semana aqui na biblioteca, estou ansiosa por o ver... Embora nunca tenha ainda lido a obra.
Profile Image
Então e, afinal, o Bookseller, que tal?
Profile Image
Então e, afinal, o Bookseller, que tal?


Foi um livro difícil de ler, não porque o inglês fosse complicado, ou a prosa densa, mas pelo conteúdo, por saber que aquelas histórias, se não se passaram exatamente assim, lá perto terão andado. Não gostei nada daquele prefácio em que a autora diz que escolheu escrever o livro em forma literária, mas que tudo o que relata é verdade verdadinha, justificando depois os pensamentos e emoções das personagens, como tendo-lhe sido contados pelos intervenientes. Enfim. Decidi então que ia ler o livro como uma ficção, com forte inspiração na realidade. E gstei bastante, embora aquele capítulo quase no final acerca do Tajmir intérprete de um jornalista americano me tenha parecido metido a calçadeira e totalmente desgarrado do resto do livro. E fiquei a pensar nas consequências que o livro terá tido para os membros da família do livreiro… Em resumo, gostei bastante do livro, mas detestei a (falta de) ética da autora...
Profile Image
de que gostei mesmo muito (ficando curiosa com o Arquipélago... ai, as cerejas!) e comecei o muitíssimo bem recomendado "A Man Called Ove" de Fredrik Backman (sueco, ainda que o nome possa não o indicar de imediato).
Profile Image
mas ontem li um pequeno ensaio chamado "O futuro da ficção", de António-Pedro Vasconcelos.
Profile Image
Dois livros do Charlie Parker seguidos, é o delírio.
O Connolly é um dos autores de thrillers com uma pitada de sobrenatural que mais me fascina actualmante.
Recomendo vivamente a série de livros do Charlie Parker a quem gosta de se assustar ligeiramente num thriller.
Profile Image
Li um conjunto de textos do "Sr. Pantaleão", um heterónimo anti-monárquico de Fernado Pessoa que passou um bocado ao lado no panorama geral (não gostei muito...); "A Rapariga do Comboio", cujo mistério solucionei ainda antes do meio do livro; e "À Espera de Doggo", um slice-of-life em forma de livro sem grande graça.

Agora estou a ler "Grandes Exploradores Portugueses", que está a ser engraçado até agora (ainda vou no Pedro Álvares Cabral) :)
Profile Image
Comecei recentemente "Uma Morte Súbita" de J.K.Rowling... Alguém leu? O que acaharam?
Ontem mesmo também comecei "O Evangelho Segundo Lázaro", o mais recente de Zimler. Li apenas dois capítulos, portanto ainda não tenho opinião formada.
Vou também intercalando com os livros do Astérix e alguns livros infantis, porque me apetece!
Profile Image
Eu li "Morte Súbita" :) Gostei imenso! Surpreendeu-me muito e está muito bem pensado e escrito.
Profile Image
em versão brasileira (e-book)
e continuo com A Journey through Trees, de Roger Deakin
Profile Image
A Journey through Trees

Isto cheira bem, cheira mesmo muito bem :-)
Profile Image
A Journey through Trees

Isto cheira bem, cheira mesmo muito bem :-)

Posso ringar depois, é um livro muito bom, mas o inglês não é dos mais fáceis e é irregular: tem capítulos muito bons e outros um bocado aborrecidos.
Agora o que TENS mesmo que ler é o Cure (https://www.goodreads.com/book/show/29754067-cure), que eu tenho emprestado a uma amiga, mas assim que vier conto pôr a circular.
Profile Image
https://www.goodreads.com/---/29754067-cure



já andei a espreitá-lo!

http://www.fnac.pt/---/a950485

Pois, entretanto traduziram.
O meu é em inglês, é muito bom. Se não quiserem comprar, eu depois ringo, quando mo devolverem.
Profile Image
Vou ter de pedir horas extraordinárias aos santos da leitura, que isto não está fácil :-)
Esse tema do poder da mente na cura já não é novo para mim (e a isso chamam muitas vezes de esoterismos :-)) mas talvez aprenda mais alguma coisa. De qualquer forma, acho que tenho compromissos de leitura até vir a mulher da fava rica... :-(
Profile Image
Vou ter de pedir horas extraordinárias aos santos da leitura, que isto não está fácil :-)
Esse tema do poder da mente na cura já não é novo para mim (e a isso chamam muitas vezes de esoterismos :-)) mas talvez aprenda mais alguma coisa. De qualquer forma, acho que tenho compromissos de leitura até vir a mulher da fava rica... :-(


Não, nada de esoterismos aqui, eles são mencionados, claro, mas analisados do ponto de vista científico, essa é que é a parte interessante da coisa!
Profile Image

Hoje li

"A Incrível Viagem do Faquir que Ficou Fechado num Armário Ikea". Foi uma leitura leve e muito engraçada.

Agora vou regressar ao Kobo, por falta de TBR (lol), e começarei "O Silêncio dos Inocentes"
Profile Image
(que também fui ver ao cinema entretanto; o livro é melhor, claro, mas o filme também é fixe).
É uma história muito bem contada sobre a vida de um velhote rezingão quando esta deixa de fazer sentido. E de como vale a pena "não julgar um livro pela capa" aplicado às pessoas... E sobre mais uma série de coisas, mas sempre com um apurado sentido de humor. Vale a pena!
Obrigada!!
Profile Image
bem me parecia que ias gostar.
Profile Image
de Almada Negreiros

Tem aquela citação da vida ser demasiado curta para ler todos os livros da livraria :p
Profile Image

Leituras

'As alegrias da Maternidade', Buchi Emecheta , da Nigéria. Gostei muito.
Ainda com Konrad Lorenz e os seus animais.
Mais uns que comecei e logo escrevo.

Boa semana
Profile Image
À conta do primeiro, ando agora a descobrir uma data de artistas fantásticos, vejam só estes dois:
https://www.youtube.com/watch?...
e
https://vimeo.com/85703975
Profile Image
E venho eu de uma família de artistas, sobretudo pintores, mas os deuses não me concederam a graça das artes. Bom, pelo menos de as produzir. Admirar, admiro sempre; por vezes com um pequeno suspiro de inveja, confesso. Enfim...

Obrigado pela partilha. O primeiro senhor deixou-me rendido :-)
Profile Image
O sexto volume de uma novel japonesa :)
Profile Image
que me deixou algo dividida. Gostei muito de ler e está muito bem escrito mas não me satisfez por aí além. Acho que é o género, algo de "prosa poética", que não é dos meus predilectos.
Agora vou pegar n'A Amiga Genial, finalmente. Tenho medo de "ficar agarrada", porque não tenho os outros, mas pronto, não há-de ser nada :)
Profile Image
mando-te os outros quando quiseres! só ainda não tenho o último que anda por aí!

Janeka!! está contigo, certo?
Profile Image
mando-te os outros quando quiseres! só ainda não tenho o último que anda por aí!

Maravilha!
Depois peço-tos, então. Ah, ganda BC, hehehhhh! :)
Profile Image
Gostei, mas não fiquei fascinado.
Peguei em "Butterflies in November", da islandesa Auður Ava Ólafsdóttir, mas ainda nas primeiras páginas. De qualquer forma, costumo gostar muito da literatura islandesa.
Profile Image
A Journey to the centre of The Cramps. Bom, mas não excelente.
Profile Image
O primeiro de uma série de light-novels japonesas, da qual já havia lido dois volumes do meio. Agora comecei do início. :p
Profile Image
Está a ser a minha estreia com esta senhora. Ainda estou muito no início, mas para já, a gostar da história misteriosa e da escrita elaborada, mas muito envolvente.
Profile Image
Estando mesmo no fim de Reading Lolita em Teheran, peguei neste livro e já não o consegui largar.

São crónicas, histórias de pessoas e lugares, que foram surgindo numa viagem pela Estrada Nacional 2, que une o país de Vila Verde da Raia (Chaves) a Faro. Escrito em 2007 mostra-nos o país dos pastores, dos emigrantes, das festas de Agosto onde Tony Carreira é rei milionário enquanto outros grupos mais pequenos tocam "pelo lanche" ou por pouco mais do que as despesas para as deslocações. Um país de gente pobre, feia, inculta (e gente rica e inculta), que revelam histórias extraordinárias.

Podem saber mais aqui: http://paulomoura.net/?...
Profile Image

Novamente

Grande Sertão: Veredas, a partir do ponto onde fiquei há uns tempos, e agora a gostar a mais, penso que a começar a entrar na estória, se não totalmente na escrita.

Ao mesmo tempo, estou praticamente no fim de A quinta estação, de Mons Kallentoft, e a gostar bastante.
Profile Image

RE: Novamente

Grande Sertão: Veredas, a partir do ponto onde fiquei há uns tempos, e agora a gostar a mais, penso que a começar a entrar na estória, se não totalmente na escrita.


Tenho esse ali, à minha espera, mas ando a ganhar coragem para pegar nele. Provavelmente será uma das próximas leituras, obrigada por lembrares.
Profile Image
Um manga, que ainda está em publicação, mas que achei tão fofinho que não resisti a ler os volumes que já existem. :) É sobre uma menina que é um centauro, num mundo onde toda a gente é algum tipo de ser mitológico. ^_^
Profile Image
The Gene: An Intimate History de Siddhartha Mukherjee, uma não ficção, cujo título é autoexplicativo, até ver muito bom.
e
Homens imprudentemente poéticos de VHM, um ring da nossa lady, so far so good, mas ainda estou no início.

Are you sure you want to delete this item? It cannot be undone.